Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 29/09/2014

185 mil crianças e adolescentes deixaram de trabalhar

66087-3A Bahia apresentou uma redução de 185 mil crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos exercendo algum trabalho em 2013, em comparação a 2007. Os números são da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI/Seplan), com base nos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/IBGE), boletim Resultados da PNAD 2013 – Trabalho Infantil.

 

Na faixa etária de 5 a 13 anos, com períodos comparativos de seis anos, a redução foi de aproximadamente 100 mil crianças em trabalho infantil no estado no período.

 

No detalhe, a queda na proporção de crianças de 5 a 9 anos trabalhando no estado foi da ordem de 81% (21 mil crianças), enquanto na faixa dos 10 aos 13 a redução foi de 58% (78 mil crianças), com a proporção de ocupação dessa faixa etária passando de 11,4% em 2007 para 5% em 2013.