Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 13/04/2018

4 passos para acelerar o sistema linfático e desinchar

Dentre as funções do sistema linfático, drenar e filtrar o excesso de líquido do corpo estão entre as principais. No entanto, com hábitos de vida inadequados, a circulação correta de linfa para a corrente sanguínea pode ser prejudicada, resultando no famoso inchaço.

 

“Alimentação, estresse, cigarro e alterações hormonais são quadros que contribuem para o processo de retenção de líquidos, acarretando na má oxigenação do tecido e de todos os vasos, incluindo os linfáticos”, explica Ingrid Peres, fisioterapeuta dermato-funcional da Onodera Estética.

 

Confira quatro passos para dar adeus ao inchaço e deixar o organismo fluindo naturalmente:

 

Beba, no mínimo, 1,5 litro de água por dia. Nosso corpo é composto de aproximadamente 70% de água. Por isso, manter a hidratação é essencial. “Além ajudar o organismo a funcionar melhor, a água é um elemento vital para ajudar o sistema linfático no transporte de toxinas e de outras substâncias para fora do corpo”, revela Ingrid.

 

Evite alimentos ricos em sódio e conservantes. Para acelerar o sistema linfático é necessário seguir uma alimentação leve e fracionada, evitando frituras, refrigerantes, bebidas alcoólicas, carnes gordurosas, doces e alimentos com alta concentração de sódio, como os industrializados.

 

Pratique atividades físicas regularmente. Atividades simples, como uma caminhada de 20 minutos, são excelentes para manter o organismo trabalhando. “Ficar muito tempo parado desacelera o metabolismo e não favorece o funcionamento do sistema linfático”, alerta a especialista. “Para quem não consegue fazer exercícios com certa frequência, trocar o elevador pela escada pode ser um bom começo”, complementa.

 

Invista em drenagem. A drenagem linfática é uma massagem focada em estimular o sistema linfático, acelerando a circulação sanguínea e ativando a nutrição dos tecidos para que o corpo fique mais modelado e livre de inchaços. “São recomendadas 10 sessões, com frequência de duas a três vezes por semana, e duração de 60 minutos”, finaliza Ingrid.

 

GUIAME© David Hofmann / Unsplash