Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/03/2017

5 alimentos que não podem faltar no cardápio feminino

Além de viver, em média, de 6 a 8 anos a mais do que os homens, de acordo com o IBGE, as mulheres possuem características biológicas próprias, que exigem cuidados nutricionais específicos. “Questões como alterações hormonais, retenção de líquido, perda de sangue pela menstruação, por exemplo, requerem atenção especial, assim como os períodos de gestação e amamentação”, afirma Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis.

 

Com o intuito de auxiliar o público feminino a ficar em dia com a saúde, a consultora da Superbom listou alimentos que não podem ficar de fora da dieta das mulheres. “Vale sempre lembrar que a alimentação equilibrada deve ser acompanhada pela a prática regular de exercícios físicos e pela ingestão adequada de água”, pondera.

 

Confira:

 

Soja: Segundo a especialista, a soja atua no alívio dos sintomas da menopausa, reduz o risco de doenças cardiovasculares e osteoporose, além de diminuir o risco de câncer de mama. “Também é uma fonte de proteína mais saudável e completa quando comparada a carne de origem animal e pode ser consumida de diversas formas, como em saladas, pates, pães, refogados, assados, etc”.

 

Alimentos integrais (pão, massas e cereais): Cyntia, consultora da Superbom, pontua que os grãos integrais regulam a saúde intestinal, atuam na redução do risco de câncer do cólon e no controle do colesterol. “O ideal é sempre substituir alimentos refinados pelas versões integrais, o que não é uma tarefa difícil, visto que sobram boas opções desse tipo no mercado”.

 

Sucos naturais e integrais: Problema muito comum entre as mulheres, a retenção de líquido pode ser amenizada com o consumo de sucos naturais, além da água, é claro. “Em relação aos sucos, o ideal é dar preferência para os naturais e integrais, visando sempre o equilíbrio, não abusando na quantidade”, orienta.

 

Banana: Segundo a nutricionista, por ser fonte de potássio, a banana também ameniza a questão da retenção de líquidos. Portanto, o alimento deve estar presente no cardápio feminino.

 

Verduras e legumes: São alimentos ricos em compostos antioxidantes, que protegem o corpo contra as ações prejudiciais do excesso de radicais livres. “Entre elas, cito o envelhecimento precoce, doenças degenerativas e até o câncer. As verduras e legumes também são fonte de fibras, que ajudam no processo de manutenção do peso saudável e regulam o hábito intestinal.” Além disso, de acordo com a nutricionista, o folato (ou ácido fólico), vitamina do complexo B que está presente nesses alimentos, é essencial para a formação do DNA e do tubo neural do bebê no início da gestação. “Dentro da categoria dos legumes, destaco a cenoura, beterraba e a abobrinha. Já nas verduras temos o brócolis, espinafre, escarola, couve-flor, entre outros como exemplos”, conclui Cyntia.

 

NOTÍCIA AO MINUTO