Dicas

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 10/11/2017

6 fatores que arruinam a libido

O estilo de vida atual em nada favorece a vida sexual. A falta de tempo para a intimidade, o estresse constante, o cansaço causado pela rotina frenética e a má alimentação são verdadeiros atentados do desejo, até mesmo das pessoas ‘saudáveis’. Mas, na verdade, são muitos os fatores que podem arruinar a libido. Um deles, explica a médica Susan Davis, em entrevista à revista Health, é a ingestão de determinados medicamentos que afetam os níveis de testosterona, como é o caso do que têm a função de regular a pressão sanguínea, do anticoncepcional ou os que se destinam ao tratamento do pé de atleta.

Se a dieta estiver retirando nutrientes fundamentais para o organismo funcionar corretamente, podem arruinar todo e qualquer apetite sexual no homem e na mulher.

 

Segundo a Health, a prática de exercícios físicos pode ter um duplo efeito no apetite sexual. Quando praticada regularmente, a atividade em melhora a saúde física, mental e sexual, mas quando praticada exageradamente ou em más horas (muito perto do momento de ir para a cama, por exemplo) pode comprometer por completo o desejo.

 

A vitamina D tem um efeito direto na disposição e na libido. Os baixos níveis desta vitamina do sol estão associados a sintomas depressivos que, por seu turno, reduzem consideravelmente a vontade sexual tanto do homem como da mulher.

 

Quando a relação amorosa está instável ou até mesmo em períodos de hostilidade, não há desejo sexual que consiga sobressair, algo que pode se tornar ainda mais grave quando o estresse é constante no dia a dia do casal. Um estudo norte-americano citado pela revista aponta que as mulheres entre os 35 e os 47 anos tendem a ter menos apetite sexual quando têm filhos em casa, uma vez que os níveis de estresse tendem a disparar.

 

NOTÍCIAS AO MINUTO