Coluna Especial

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/01/2017

7 motivos para não pregar sobre Jesus (e porque você deve ignorá-los)

4177003854-filme-im-not-ashamed1. Eu não tenho conhecimento suficiente

 

Os discípulos de Jesus não eram conhecidos por seu grau de teologia. Eles eram caras comuns. Quando Pedro e João estavam pregando sobre Jesus a uma multidão de líderes religiosos, Atos 4:13 mostra que eles “reconheceram que [os apóstolos] haviam estado com Jesus”. Conhecer Jesus é o que importa. Você é inteligente o suficiente para falar aos outros sobre Jesus, porque você tem um relacionamento com Ele. Quanto mais perto você chegar a Ele e quanto mais você O conhecer, mais coisas sobre Ele você terá para dizer.

 

2. Eu não quero deixar ninguém irritado

 

Talvez você conheça alguns cristãos que são irritantes. A maneira como agem — cheias de orgulho e senso de justiça — pode fazer com que os não-cristãos fiquem “de saco cheio”. Nós não queremos isso, então ficamos quietos. Dá para entender. Mas agora, olhe para Jesus: as pessoas se aglomeraram em volta Dele. As pessoas queriam conhecê-Lo. As pessoas queriam segui-Lo. Por quê? Ele se preocupava com as pessoas (Mateus 9:36). Ele ouvia atentamente e respondia às suas necessidades mais profundas (João 4:1-26).

 

De vez em quando, Jesus também deixava algumas pessoas irritadas. Ele era muito bom em fazer confrontar os religiosos. Ele achou também achou algumas pessoas com senso de justiça irritantes. Mas foi a mensagem que assustou as pessoas, não o mensageiro. Às vezes, a verdade dói. Então, está tudo bem se às vezes as pessoas ficam um pouco irritadas — contanto que seja a verdadeira mensagem de Jesus que as perturbe, e não o mensageiro desagradável.

 

3. Meus amigos vão me zuar

 

Muitas vezes transformamos esse medo num problema maior do que ele realmente é. Você ficaria surpreso com a quantidade de pessoas que irão respeitar suas crenças. Elas podem não entender por que você não bebe, evitar piadas sujas ou gosta de frequentar o grupo de jovens. E você pode ouvir palavras como “fanático” ou “religioso”. Mas, muitas vezes, as pessoas acham a fé genuína bastante interessante — confusa, mas interessante.

 

Muitas pessoas vão te respeitar por suas fortes convicções. Na verdade, quando damos o nosso melhor para viver e agir como Jesus, “brilhamos como estrelas” em um mundo que é muito escuro (Filipenses 2:15). Então, deixe sua vida brilhar, sabendo que os outros podem ser atraídos para a luz.

 

4. Nenhum dos meus amigos cristãos faz isso

 

Já falou com seus amigos sobre o porquê eles não dão testemunho? Pode haver uma tonelada de motivos, como os que você está lendo. Talvez eles não sabem como testemunhar. Por que não usar esse artigo para começar a conversa? Você também pode chamá-los para iniciar o estudo de algum livro que fale sobre evangelismo. Você pode tomar a iniciativa e ser o primeiro de seu grupo a falar sobre Jesus. Seus amigos podem te seguir.

 

5. Eu não sou um bom cristão

 

Você é crente, mas você bagunça. Você não ora, nem lê sua Bíblia tanto quanto deveria. E você pecou. Todos os dias. Então, por que você deve dizer às outras pessoas sobre Cristo se você nem você faz as coisas direito? Felizmente, ser cristão não significa fazer tudo direito. Significa ser amado e perdoado por Deus. Significa receber sua graça salvadora. (Leia Efésios 2:8-9, João 3:16 e Colossenses 2:13).

 

Isso significa que você pode agir como quiser? Não. Deus quer que nos tornemos mais parecidos com Ele todos os dias. Mas Ele também pode nos usar, mesmo quando não somos tão bons quanto deveríamos ser. Você não precisa ser “perfeito” para compartilhar Cristo. De modo nenhum. Em vez disso, deixe claro para seus amigos: “Você sabe, eu tenho certeza que não sou perfeito. É por isso que eu preciso do amor e do perdão de Deus”.

 

Seus amigos poderão apreciar a sua honestidade. Eles também poderão ficar um pouco espantados ao descobrirem que você acredita em um Deus amoroso e perdoador. E as boa notícias não são sobre isso?

 

6. Todos os meus amigos são cristãos

 

É ótimo ter bons amigos cristãos. Deus usa nossas amizades cristãs para nos ajudar a crescer em nossa fé. É divertido estar perto de pessoas que amam a Deus, mas também precisamos, como Jesus disse, “ir e fazer discípulos de todas as nações” (Mateus 28:19). Não podemos fazer isso se não tivermos amigos não cristãos.

 

7. Eu nem sei por onde começar

 

Por que não começar convidando um amigo para o seu grupo de jovens? Talvez o seu grupo tenha eventos especiais que sejam divertidos e sem estudos pesados ??da Bíblia. Ou então, convide um não-cristão para assistir um filme em sua casa, junto com seus amigos cristãos. Quando o assunto da fé surgir, comece com a história de como você se tornou um seguidor de Cristo. Ou fale sobre por que você é cristão e como Deus o ajudou a caminhar. Basta ser honesto, basta ser real, basta ser você. Você pode se surpreender com o quanto Deus pode te usar para chegar até os outros.

 

Chris Lutes