Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 02/05/2017

“A fofoca é uma forma de vingança e Deus odeia isso”, diz Rick Warren

Mais do que simplesmente espalhar calúnias, a fofoca é uma prova de falsidade e uma eficiente arma para a vingança. O alerta foi dado pelo pastor e escritor Rick Warren, recentemente, em uma de suas devocionais diárias.

 

Warren destacou que a fofoca até parece ser tentadora nas ocasiões em que uma pessoa foi magoada e quer se vingar, espalhando calúnias ou até mesmo fazendo revelações constrangedoras sobre outra pessoa. Porém, isto não tem nada a ver com o amor de Deus.

 

“Quando alguém te irrita ou faz algo que te frustra, é realmente tentador chamar alguém ou enviar uma mensagem de texto, dizendo: ‘Você não vai acreditar no que eles fizeram!…’. Pode até parecer bom fazer isso. Mas não tem nada a ver com o amor”, alertou.

 

O pastor também relacionou a fofoca à falsidade e afirmou que o perdão só faz bem aos relacionamentos.

 

“A Bíblia diz que devemos amar as pessoas que nos ofendem. Fingir sobre o que sentimos por elas pode ser tudo, menos amoroso. Se você fofocar sobre essa outra pessoa, você está apenas adicionando combustível para o fogo de qualquer frustração que você sente”, disse.

 

Relacionado a maledicência com a vingança, Rick Warren lembrou que fofocar é repassar informações a pessoas que não têm a ver com a história, ou seja, este compartilhamento não irá edificar a ninguém.

 

“O que é fofoca? Uma definição de fofoca é: ‘compartilhar informações com alguém que não é parte do problema ou parte da solução’. A pessoa pode não ter tido nada a ver com isso, mas você os relaciona com o assunto para que você possa se sentir melhor sobre si mesmo”, explicou.

 

“Vamos ser honestos sobre isso. A fofoca, em sua essência, é uma forma de retaliação, de vingança. Você está tentando se vingar da pessoa que o ofendeu, falando sobre ela, por suas de suas costas”, acrescentou. “Deus odeia isso”.

 

Warren alertou que em Romanos 1:29, Deus chega a classificar a fofoca na mesma categoria do assassinato.

 

“A fofoca é incrivelmente destrutiva. É destrutiva para as igrejas, para as famílias, para as empresas. Ela só perpetua a dor”, afirmou.

 

O pastor também destacou que o dever do cristão é ir contra as maledicências, encorajando seus irmãos a amadurecerem na fé.

 

“É por isso que Deus diz que devemos ‘encorajar e fortalecer uns aos outros’, procurando ‘o que é verdadeiro, o que é nobre, o que é certo, o que é puro, o que é amável, o que é admirável’ (1 Tessalonicenses 5:11; Filipenses 4: 8 NVI)”, finalizou.

 

 

GUIAME