Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/03/2016

A mando do PT, pai de santo vem a Bahia para fazer ebó contra impeachment

1

Na última sexta-feira (04), quando o ex-presidente Lula prestou depoimento à Polícia Federal, o babalorixá Pai Carlos de Xangô estava em Salvador, com dois filhos, hospedado no Grande Hotel da Barra, e disse ao jornal Tribuna da Bahia que veio à capital baiana adquirir ingredientes, “somente encontráveis na capital baiana, para realizar um ebó para Exu a fim de acabar com o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff”.

 
Segundo o folclórico e religioso de Recife (PE), quem o contratou foi o “Diretório do PT em Recife. Mais precisamente o presidente do partido naquela capital, Oscar Paes Barreto”.

 
Na mesma sexta, o religioso esteve na Feira de São Joaquim, onde se predispunha a gastar R$ 1.200 na aquisição de ingredientes a serem utilizados no preparo do ebó, como o “sangue de aridan”, utilizado para o preparo do “pó de pemba” (que tem a força de um boi para fortalecer o orixá); “sementes de obin” (que gera o fruto sagrado africano ao qual é atribuído o poder de chamar um orixá à Terra); e “dadá da costa”, também uma semente usada nos rituais do Candomblé.

 
De acordo com ele, será oferecido um “amalá” – prato predileto de Xangô, orixá da Justiça. Ele garantiu que “antes de cinco dias recebe-se os benefícios de Xangô”.

 
PORTAL DE NOTÍCIAS.NET