Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/07/2017

Alta executiva decide abandonar carreira e salário milionário para se dedicar à obra missionária

Uma profissional bem-sucedida, que superou as dificuldades da vida em Cuba para construir uma carreira sólida, trocou toda a prosperidade alcançada no mundo corporativo para se tornar missionária e divulgar o Evangelho em lugares remotos do planeta.

 

Esse é o resumo do testemunho de Ana Mims, que hoje trabalha com a organização missionária Wycliffe. Antes de dedicar à vida à obra, ocupava posição de chefia em uma das 500 maiores empresas do planeta.

 

A Wycliffe se dedica a traduzir e distribuir a Bíblia Sagrada para povos cujos dialetos ainda não receberam a atenção devida. Para Ana, esse trabalho é essencial: “Muitos acabam tendo conhecimento sobre a salvação em Cristo através da Sua Palavra, ao conseguirem por as mãos em Sua Palavra”, afirmou.

 

Em uma entrevista ao portal The Christian Post, ela contou que a decisão de ser missionária aconteceu de forma natural: “É uma daquelas coisas na vida onde elas escolhem você, e não você que as escolhe. Na verdade, eu não escolhi a Wycliffe, acho que o Senhor fez isso por mim”, declarou.

 

Cubana, ela migrou para os Estados Unidos quando criança, junto com a família, e aos 18 anos, decidiu confessar a Jesus como Salvador e trocar a tradição católica pela protestante. Por outros 28 anos, trabalhou duro, cresceu profissionalmente e se tornou especialista em legislação, diretora de relações e operações governamentais e vice-presidente de comunicações em empresas gigantes, com presença na Europa, América Latina, Ásia e EUA.

 

GOSPEL+