Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/11/2014

Alunos recebem Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente

14112014171455 Com muita alegria e emoção, quatro alunos da Rede Municipal receberam na manhã desta sexta-feira, 14, o Prêmio ArcerlorMittal de Meio Ambiente, PAMMA. Realizada no Teatro da Câmara de Dirigentes Lojistas, o prêmio reconheceu os melhores trabalhos nas categorias redação e desenho abordando o tema “Agricultura familiar: garantindo uma alimentação segura, saudável e sustentável”.

 
Familiares, professores e gestores escolares prestigiaram o evento em homenagem aos ganhadores. Os vencedores do concurso receberam cheques no valor de R$ 1.448,00 pelos melhores trabalhos.

 

Pedro Elias Cerqueira da Silva, 10 anos, aluno da Escola Municipal Erasmo Braga, ganhou um dos prêmios na categoria Desenho. “Eu mostrei uma família que planta, colhe e leva a comida para a feira. Acreditava que ia ganhar e gostei muito”, comemora. Adson Figueiredo Araújo, da Escola Municipal Professora Maria Helena Queiroz, de apenas 8 anos, também mereceu o reconhecimento com um desenho. Ele garantiu que estava muito feliz com a conquista.

 

Na categoria Redação, Vanessa Lima do Carmo, 12 anos, da Escola Municipal Julieta Frutuoso de Araújo, conta que não esperava ganhar e ficou contente. “Abordei o tema do desmatamento, pois é importante. Pretendo participar muitas vezes desse tipo de concurso”, alegra-se. Amanda Caroline de Jesus Pereira, 14 anos, da Escola Municipal Geraldo Dias de Souza, foi também surpreendida pelo reconhecimento. “Escrevi sobre o não uso de agrotóxicos na agricultura familiar. É preciso conscientizar as pessoas em relação ao meio ambiente”, destaca.

 

“Como forma de prestação de contas da Belgo Bekaert Arames e a Fundação ArcerlorMittal Brasil, apresentamos o resultado de todos os projetos sociais feitos, inclusive em parceria com a Prefeitura de Feira de Santana”, conta Tamylla Rosa, responsável pela comunicação interna da empresa. “Além do prêmio PAMMA, fizemos hoje a entrega dos óculos a 44 crianças da rede municipal através do Projeto Ver e Viver”, ressalta Tamylla.