Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 07/04/2017

Após 22 dias, professores da rede municipal encerram greve

Em assembleia realizada nesta quinta-feira (6), convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) de Feira de Santana, os professores da rede municipal decidiram por unanimidade encerrar a greve que já durava desde i último 135 de março, quando os profissionais aderiram ao movimento nacional contra a reforma da Previdência e também com pautas locais. A proposta da categoria era uma paralisação por 10 dias.

 

Na última quarta-feira (5), na mais recente rodada de negociações a Prefeitura Municipal apresentou nova proposta a classe: o governo decidiu manter a gratificação de 15% sobre os salários dos professores de Ensino Fundamental I (1º ao 5º), o parcelamento em três anos do mesmo incentivo aos demais professores, de Ensino Fundamental II, e ainda dará o reajuste de 7,64% em duas parcelas iguais à toda a categoria.

 

A Prefeitura manteve ainda o aumento de 7,64% para todos os professores, em duas parcelas iguais, sendo a primeira a ser paga em abril, retroativa ao mês de janeiro, e o restante em julho. A APLB considerou o movimento paredista vitorioso e as aulas, segundo a APLB retorna nesta sexta-feira (7). A categoria, junto com Secretaria de Educação, deve analisar um calendário para reposição de aula.

 

FOLHA DO ESTADO