Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 11/07/2018

Após reforma trabalhista, CUT enfrenta crise e negocia vender sede para Valdemiro Santiago

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) está passando por uma crise financeira sem precedentes após a realização da Reforma Trabalhista, que permitiu os trabalhadores escolherem não contribuir com o imposto sindical, responsável por grande parte da arrecadação da Central.

 

“A Crise nacional chegou para todos e não só para a CUT. Assim, para não atrasar salários nem nenhum benefício vamos ter que diminuir nosso quadro de pessoal” , disse o presidente da CUT, Paulo Marcelo, comentando a situação econômica no órgão.

 

Quem pode sair beneficiado com a crie é o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santigado, que está interessado na compra da sede da CUT desde 2016, quando já havia tentado fechar o negócio, mas não obteve sucesso.

 

Dessa vez, porém, segundo informações da jornalista Catia Seabra em um artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo, a CUT aceitou negociar com a Igreja Mundial a possível venda do prédio, estimado em R$ 40 milhões.

 

Ainda segundo o jornal, a Igreja Mundial do Poder de Deus já comprou vários edifícios nos arredores da CUT e já mantém dois restaurantes na mesma rua em que fica a igreja e a Central. Comprando mais esse edifício, a denominação liderada por Valdemiro terá uma expansão significativa do seu patrimônio.

 

A intenção é pagar metade, ou seja, a bagatela de R$ 20 milhões a vista, e o restante dividir em quatro pagamentos de R$ 5 milhões cada.

 

A Central Única dos Trabalhadores não quis comentar sofre o andamento das negociações, mas sabe-se que essa pode ser a única saída para que o órgão consiga lidar com suas dívidas e gerenciar a inadimplência dos Sindicatos filiados, que apenas no estado de São Paulo é de 70%.

 

 

Gospel +