Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/08/2015

Após reivindicação de vereador, Procon confirma que cobrança de anuidade do cartão G Barbosa é irregular

11846354_722893497817255_1666384183_nApós o vereador Edvaldo Lima (PP), solicitar que o PROCON de Feira de Santana, apurasse a pratica indevida da cobrança de anuidade do cartão de compras da rede G. Barbosa, o órgão afirma que o entreposto não pode cobrar, pois se trata de um cartão de compras e não de crédito.

 

De acordo com Suzana Mendes superintendente do Procon de Feira de Santana, o cartão da rede G. Barbosa é um cartão de compras, para ser utilizado com exclusividade pela rede G. Barbosa, pois o consumidor não utiliza o cartão para comprar em outras lojas. ”Ele não é um cartão de credito e sim de compras e por ser um cartão de compras, não pode cobrar anuidade”, explica.

 

A superintendente orienta que é importante que as pessoas comecem a formalizar suas queixas, pois dessa forma é mais fácil levar até o judiciário, para que o juiz consiga visualizar que não é problema de um consumidor, mas de uma grande massa de pessoas e isso engrandece a ação.

 

Suzana Mendes destaca que as pessoas já tem se encaminhado ao Procon. Nós já estamos conseguido retirar essa cobrança. “Até o momento não há nenhum tipo de resistência por parte do G. Barbosa, temos um numero especifico que foi destinado para o Procon, onde conseguimos ligar e resolver.

 

Mas agora com a solicitação do Vereador Edvaldo Lima e a manifestação da população estamos tomando outra medida, uma notificação para que o G. Barbosa retire a anuidade de todos os consumidores. Não sendo resolvido na esfera administrativa, o Procon entrará com uma ação judicial”.

 

A superintendente alerta ainda que as pessoas que tem a partir com 1 ano e seis meses de cartão, poder ser feito o reembolso dos valores pagos referente a taxa de anuidade. A questão também pode ser intermediada no juizado do consumidor.

 

Assessoria