Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 24/07/2014

Apreendidos 25 veículos do transporte clandestino

2372014154905 Operações conjuntas coordenadas pela Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) resultaram na remoção de mais 25 veículos utilizados na prática do transporte irregular de passageiros nas ruas de Feira de Santana. A ação, com apoio da Polícia Militar, agentes de trânsito e fiscais de trânsito, foi desenvolvida no período de 1º a 19 deste mês, atuando também em outros modais de transporte oficial.

 
Dos 25 veículos removidos ao pátio da SMTT, 21 foram automóveis e outras quatro motos. Durante a operação três pessoas foram encaminhadas para a delegacia, dentro do processo de parceria definido em reunião promovida pelo Ministério Público com participação de diversos órgãos de fiscalização e segurança pública. “São ações, iniciadas este mês, que visam o combate ao transporte clandestino já que foi verificado o envolvimento deste serviço com o tráfico de drogas, utilização de veículos roubados e clonados e que também vem resultando em mortes de motoristas a cada dois meses”, observou o secretário da SMTT, Ebenezer Noel da Silva Tuy.

Os veículos utilizados no transporte clandestino com seus respectivos ocupantes estão sendo encaminhados para a Delegacia, medida definida por orientação do Ministério Público e que segue o mesmo padrão adotado no ano passado para combater o transporte clandestino que vinha ocorrendo no Aeroporto em Salvador.

A medida também visa proporcionar maior fluidez do trânsito na cidade com a promoção de ações visando o reordenamento do trânsito. Fruto desta iniciativa já foram removidos 59 motonetas Shineray, 115 motos e outros 14 carros, totalizando 188 veículos, durante o período de 1º de julho a 19 de julho. “São veículos que estavam cometendo infrações de trânsito, estacionados em áreas para carga e descarga, estacionados em fila dupla, parados em local específico para idosos e deficientes físicos e também motocicletas paradas em cima de praça pública”, informou Tuy.

 

As informações são da Secom .