Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/03/2017

Aquecimento global pode fazer Veneza desaparecer até 2100

Veneza é conhecida como a “Cidade Flutuante” – mas poderá desaparecer sob as águas de seus famosos canais no final deste século, conforme alerta um grupo de cientistas.

 

Segundo eles, Veneza, e outros pontos turísticos italianos, estão sob ameaça, com o possível aumento de 120 centímetros do nível do mar.

 

Como comparação, de acordo com pesquisadores do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália, os níveis aumentaram apenas 30 centímetros nos últimos mil anos.

 

Os pesquisadores analisaram pedreiras costeiras para estudar alterações prévias nos níveis do mar, e usaram estes modelos para prever mudanças futuras.

 

Eles afirmam que um aumento entre 90 e 120 centímetros até o ano de 2100, poderia fazer com que Veneza, e outras 33 áreas na costa italiana, fossem engolidas pelas águas.

 

Outras regiões ameaçadas incluem Fiumicino, em Lazio, Versilia, na Toscana, e áreas litorâneas próximas a Catania, Cagliari e Oristano.

 

“A costa do Mediterrâneo contém vários resquícios de pedreiras costeiras antigas, que têm sido usadas para estudar as mudanças que ocorrem nos níveis do mar, nos últimos milênios,” escreveram os cientistas.

 

“Pedreiras de pedra molar foram exploradas com as mesmas técnicas de rochas sedimentares ou de composições similares, moldadas para que pudessem moer azeitonas, sementes e trigo para produzir óleo e farinha, ou separar pedras”.

 

YAHOO NOTÍCIAS