Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 24/11/2014

Ator que se veste como Jesus é preso enquanto evangelizava

21O ator e cantor Mike Grant, 28 anos, disse que sua vida chegou “ao fundo do poço” após ser preso várias vezes e por diferentes motivos. Em outros tempos ele ganhava a vida cantando rap com o nome artístico de Opal Weaver, que segundo Mike, era um demônio que se apossava dele.

 

No final de 2013, Grant, então um viciado em heroína, chegou a mendigar nas ruas da Filadélfia, onde mora. Nessa época foi atropelado por uma ex-namorada após uma briga. Diante da possibilidade da morte, parou para repensar seus caminhos. Foi para um centro de recuperação, onde se converteu.

 

“Nossa fonte da existência, Jesus Cristo de Nazaré é nossa rocha. Eu entreguei minha vida e ele a mudou completamente, rompendo todas as cadeias do vício”, lembra, aliviado.
O cantou deixou seu cabelo crescer, passou a vestir roupas largas e rústicas e carregar uma espécie de cajado. Por vezes, anda com uma cruz às costas. Surgiu então “Philly Jesus” [Jesus da Filadélfia], um personagem que Grant usa para espalhar sua mensagem de fé.

 

A figura que lembra propositalmente de Jesus começou a atrair as pessoas que circulam pelo LOVE Park, local onde ele muitas vezes cantou em troca de dinheiro. O jovem conta que muitas pessoas pedem para tirar fotos com ele, apertar sua mão e até para orarem com ele.

 

Rotineiramente, Philly Jesus fica andando pelo parque, as vezes de skate, as vezes de patins. Canta canções de louvor e prega para quem estiver passando. Mas isso não é bem-visto pela polícia local.
Semana passada ele foi preso, acusado de “conduta desordeira” e forçado a sair do LOVE Park.Seu advogado, Charles M. Gibbs, diz que ele não estava fazendo nada de errado e pode ter sido vítima de seu passado.

 

Segundo o relatório do policial que o prendeu, ele estava pedindo dinheiro aos transeuntes, o que é proibido por lei. O ator defende-se, afirmando que eventualmente recebe doações das pessoas, mas não pede nada. Quer apenas falar sobre Jesus de “uma maneira divertida”. Faz questão de afirmar que não é louco. “Sou um cristão nascido de novo. Não penso ser Jesus Cristo. Quero apenas ser uma inspiração para os outros”, assevera.

 

O advogado afirma que o desejo de seu cliente é apenas “Espalhar o evangelho da esperança, do amor e da paz”. “Nosso governo querer prendê-lo por isso é algo absolutamente ridículo. Lembra-nos de algo que aconteceu 2000 anos atrás”, disse.

 

 

Contudo, se a prisão foi uma tentativa de silenciar Philly Jesus, teve o efeito oposto. O assunto foi notícia em diferentes programas de TV. Também virou notícia em diversos portais internacionais, fazendo seu testemunho conhecido em várias partes do mundo.
Conta que mais pessoas estão parando para conversar com ele depois disso. Explicou que vestir-se como Jesus é apenas uma maneira de falar para as pessoas sobre sua mensagem. Toda essa fama repentina o fez ganhar milhares de seguidores nas redes sociais, que ele usa continuamente para falar sobre fé e compartilhar versículos.

 

 

Com informações BBC e MY9NJ