Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/06/2015

Auto medicação representa 25% dos casos de intoxicação

25395-2Dados do Conselho Federal de Farmácia apontam que a auto medicação é responsável por cerca de 25% dos casos de intoxicação no Brasil. Por isso, farmacêuticos salientam a necessidade de orientação médica para a aquisição de remédios, prática que muitas vezes é ignorada pela população.

 

“Esse uso inadequado, geralmente, leva a quadros de intoxicação e até à necessidade de internamento. O medicamento pode também levar a crises alérgicas”, alertou a farmacêutica feirense Tarsila Araújo, da Farmácia Brito.

 

Outro risco, ainda segundo Tarsila, é a interação entre medicamentos, caso mais de um remédio seja ingerido sem a orientação de médicos. A superdosagem é algo comum entre os que usam medicamentos por conta própria.

 

Já a farmacêutica Poliana Bahia ressalta que o descarte de medicamentos também merece cuidados. “Esses medicamentos não devem ser descartados em casa, no lixo comum”. A Farmácia Brito, localizada na Avenida Contorno, conjunto Feira V, serve como unidade coletora de remédios a serem descartados.