Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 19/07/2015

Bahia perde por 2 a 1 em jogo contra o Criciúma, mas segue no G-4

26557-2O Bahia não conseguiu superar o Criciúma e perdeu por 2 a 1 na tarde deste sábado, 18, no Heriberto Hülse. Mesmo com a derrota, o tricolor baiano foi favorecido pelos outros resultados da rodada e segue no G-4.

 

O tricolor baiano agora se prepara para reverter os 3 a 0 que levou do Paysandu pela Copa do Brasil na quarta-feira, 22, na Fonte Nova. Já pela série B, o Bahia joga contra o líder Botafogo também em Salvador, no sábado, 25, às 16h30.

 

O Jogo

 

O primeiro tempo da partida foi de baixo nível técnico. Os dois times erraram muitos passes e não assustaram os goleiros.

O Criciúma se beneficiou do pênalti marcado aos 13 minutos. Yuri e Juba se enroscaram após cobrança de escanteio e juiz marcou a penalidade contra o tricolor baiano. Roberto Andrade bateu sem chances
para Douglas.

 

O Bahia só conseguiu dar o primeiro chute a gol aos 25 minutos, com Tiago Real. O meia tricolor recebeu de frente para o goleiro e chutou torto pela linha de fundo.

 

O meio-campo do Bahia não funcionou, prejudicando a dupla de ataque, que não se entendeu. Maxi correu pelos dois lados do campo, mas não teve produtividade, e Jacó só participou de um lance do jogo, quando sofreu falta.

 

Outro lance polêmico

Parece que os treinadores gostaram do que viram no primeiro tempo, pois voltaram para o segundo sem alterações. Pior para quem acompanhou o jogo, que continuou vendo um festival de chutões e erros
de passes.

 

Mas o Bahia empatou aos 6 minutos em lance polêmico. Tony cruzou a bola, Tiago Real se atrapalhou com Edson, a bola bateu no braço do meia tricolor e foi para o fundo da rede.

 

O gol deixou a partida mais movimentada. O Bahia se animou ante a possibilidade de virar e o Criciúma precisava do triunfo dentro de casa. Mas as chances ainda eram poucos, já que os times abusavam dos passes errados.

 

O Criciúma marcou o segundo gol graças a uma falha de Douglas. Aos 20, após cobrança de escanteio, o goleiro tricolor saiu mal e Adalberto só teve o trabalho de encostar na bola para colocar o Criciúma à frente do marcador.

 

Como últimas chances, Sérgio Soares ainda colocou João Leonardo, João Lucas e Mário nos lugares de Jacó, Eduardo e Maxi, respectivamente, mas as alterações não surtiram efeito.

 

A Tarde