Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/09/2014

Bancários não descartam a possibilidade de greve

downloadOs bancários de Feira de Santana podem deflagrar greve por tempo indeterminado a partir da próxima semana. De acordo com informações passadas pelo Sindicato dos Bancários, entre esta quarta (10) e quinta (11), acontecerão diversas assembléias por todo o país e a categoria pode parar as atividades, caso as reivindicações não sejam aceitas.

 

O diretor de comunicação do Sindicato dos Bancários, Edmilson Cerqueira, disse que já aconteceram quatro tentativas de negociação este ano e que tantos os bancos privados (FENABRAN) como públicos (BB, BNB, CEF) tiveram respostas negativas e sem perspectiva de melhorias para a categoria.

 

Entre as reivindicações anteriores, os sindicalistas cobram melhores condições de trabalho e investimento na saúde do trabalhador. Eles alegam que os planos de saúde oferecidos não atendem a demanda, que as condições de trabalho têm gerado o afastamento dos trabalhadores por doença, além de lesões por esforço repetitivo. No que diz em respeito à segurança alegam que os bancos têm diminuído o número de vigilantes e retirado à vigilância noturna. Outra questão é a retirada da porta giratória de alguns bancos e o transporte, pelos bancários, de valores altos, colocando-os em risco constante.

 

Edmilson alega que as empresas vêm diminuindo o número de profissionais nas agências. Segundo ele, as agências tem uma déficit de 5 mil bancários, o que gera uma insatisfação no atendimento ao cliente. Outro problema seria a extrapolação obrigatória da jornada, inclusive aos sábados e domingos, em bancos públicos.

 

Nas reuniões, a categoria aguardará os resultados sobre o piso e INDCE. Caso os resultados sejam negativos para os bancários, Edmilson informou que a categoria já sairá com a data da greve marcada.

 

As informações são do Folha do Estado.