Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 07/03/2017

Boicote de Malafaia a filme da Disney vira bate-boca do pastor com o youtuber Felipe Neto

O youtuber Felipe Neto reagiu ao boicote promovido pelo pastor Silas Malafaia contra a Disney e anunciou que fará uma campanha gratuita para a empresa em seu canal, como forma de combater as iniciativas do líder evangélico. O resultado: um bate-boca entre os dois no Twitter.

 

A polêmica entre Felipe Neto – que já se indispôs com o pastor Marco Feliciano – e Silas Malafaia começou com o youtuber garantindo que o pastor tem uma “mente ultrapassada” por ter uma opinião firme contra a militância homossexual e a influência cultural desse movimento.

 

“Ele acha que consegue mudar tudo. Então, eu tenho primeiro de tudo um recado para você, Silas: a sua força não é mais a mesma. A razão de eu estar fazendo esse vídeo é porque essa força ainda existe, embora seja muito menor do que era algum tempo atrás. Você próprio conseguiu destruir sua força de influência com os escândalos que você está envolvido”, afirmou Felipe Neto.

 

O youtuber – que costuma defender liberdade de expressão – zombou da postura e opiniões do pastor: “Você parece um senhor de idade que fica esperneando que nem um garotinho de nove anos toda vez que alguém faz alguma coisa que você não gosta”.

 

Por fim, no vídeo de ataque a Malafaia, Felipe Neto garantiu que de agora em diante fará publicidade para todas as empresas que fizerem anúncios que irritarem o pastor, como forma de combater sua influência entre os evangélicos.

 

“Para acabar de vez com essa sua palhaçada, eu vou fazer o seguinte: a partir de hoje, todas as empresas que Silas Malafaia promover boicote usando seus fiéis, eu vou fazer campanha de graça. É exatamente isso. Empresas de todo o Brasil, quer (sic) ganhar publicidade gratuita no meu canal? Irrite Silas Malafaia. Se você fizer que ele organize um boicote à sua marca, eu farei campanha gratuita”, disse.

Felipe Neto expressou uma dose extra de autoconfiança ao final: “O que você acha que vale mais? Silas Malafaia mandando seus fiéis não comprarem, ou eu, com quase 10 milhões de inscritos aqui no canal falando para todo mundo comprar o seu produto?”, questionou.

 
GOSPEL+