Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 28/09/2014

Brasil sofre, vira contra Turquia e mantém invencibilidade no Mundial

2 O técnico José Roberto Guimarães avisou que a partida seria tensa, mas, talvez nem ele esperasse tanta emoção. Contra seu último algoz, a Turquia, o Brasil conquistou uma virada impressionante e chegou a sua quarta vitória neste sábado em Trieste, pelo Mundial de vôlei. A vitória só veio no tie-break, parciais de 16-25, 22-25, 25-19, 25-21 e 15-10.

 

Um dia antes da partida, o treinador brasileiro havia avisado que o principal problema de enfrentar a Turquia era que o jogo de sua adversária encaixava. Só que desta vez, diferente do que aconteceu há um mês no Grand Prix, na única derrota do Brasil no ano (3-2), as brasileiras ganharam.

 

Agora, o Brasil volta à quadra no próximo domingo contra a Sérvia. Quem vencer a partida terminará a primeira fase na liderança da chave.

 

Fases do jogo: A partida começou exatamente como Zé Roberto não queria. A Turquia acertava o saque e complicava a recepção brasileira, enquanto o Brasil desperdiçava saques. Na primeira parada técnica, a diferença estava em seis pontos. A partida só melhorou para as brasileiras quando Fernanda Garay foi para o saque.

 

Mas, os problemas voltaram na sequência e as turcas acertavam tudo. A bola do 17-11 mostrou isso, quando o Brasil sofreu um ponto em uma jogada de toque de Akman, que encobriu todas as brasileiras. Assim, a Turquia impôs o primeiro set perdido pela seleção na competição.

 

Antes que as turcas pudessem abrir uma grande vantagem no set seguinte, o técnico José Roberto Guimarães trocou Fernanda Garay por Gabi quando a diferença era de três pontos. A mesma alteração havia sido feita na reação brasileira contra as turcas há um mês.

 

E a substituição, combinado com uma boa sequência de saques de Jaqueline, fez com que o Brasil liderasse o placar pela primeira vez abrindo 10-8. A vantagem foi passageira e as turcas viraram o duelo. Na sequência outras duas reviravoltas aconteceram, uma inclusive quando a equipe brasileira tinha três pontos de frente. Melhor para a Turquia que abriu 2 a 0 no duelo.

 

O que dava certo para as turcas até então no jogo mudou completamente no terceiro set. As brasileiras acertaram os saques e complicaram o duelo. Quando tinha nove pontos de vantagem, o Brasil voltou a cometer erros na recepção e quase comprometeu a parcial. Apesar do susto, a equipe de Zé Roberto conseguiu vencer.

 

O quarto set foi o que começou mais equilibrado, com o placar apertado até o fim da parcial. Mas, na reta final, as brasileiras conseguiram vencer graças a pontos de bloqueios.

 

Assim como a parcial anterior, o tie-break começou equilibrado, mas os erros na recepção brasileira voltaram a aparecer e as turcas abriram vantagem. Mas, com mudanças de Zé Roberto, Fabiola e Tandara deram um novo ânimo para equipe que conquistou a virada e a vitória.

 

Fonte: Uol