Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/12/2017

Brincadeiras ao ar livre são importantes para desenvolvimento da criança

No Brasil quando chega o final do ano, vem também o período de descanso muito aguardado por todas as crianças: as férias escolares! É um momento de diversão ampliado pelo clima festivo de natal e réveillon. Mas é uma época que pais ou responsáveis não podem descuidar da saúde das crianças. Mesmo com a ausência de um horário definido para a rotina dos pequenos, as atividades físicas e brincadeiras que exercitam todo o corpo, devem ser lembradas, como explica a coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Michele Lessa.

 

“Hoje a tendência é sempre que a criança acabe ficando em tempo de tela, em frente à televisão ou em frente ao videogame ou joguinhos de computador. É fundamental aproveitar esse momento de férias para tirar, no mínimo, uma hora para levar a criança para brincar em um espaço aberto. De preferência para que ela possa curtir a natureza, por exemplo, subir em uma árvore, brincar com brinquedos normais, para evitar que ela fique extremamente confinada e não tome sol, que isso vai gerar problemas de saúde também”.

 

Simone Rocha mora em Brasília e tem um filho de cinco anos, o Breno. Desde que o garoto teve as primeiras férias escolares, ela buscou opções simples para não deixar as brincadeiras e atividades físicas de lado.

 

“A gente pode contar com essas opções mais baratas e que vão suprir essa necessidade da criança. Por exemplo, vamos ao Parque da Cidade, andar de bicicleta, vamos pro Jardim Botânico dar uma caminhada. Você pode curtir um parquinho no final da tarde, que eu acho muito legal porque eles se divertem nos brinquedos e relaxam na areia também e interagem com outras crianças. Nós temos o zoológico, que eu acho legal, então para esgotar a atividade física, você consegue”.

 

Vale lembrar que as brincadeiras ao ar livre são fundamentais para o crescimento das crianças, e têm benefícios como o combate à obesidade, aumento da resistência contra doenças e ajuda num melhor desenvolvimento do corpo.