Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/03/2017

Bruno terá maior salário do Boa Esporte, cerca de 15% do que ganhava no Flamengo

O goleiro Bruno, de 32 anos, firmou contrato com o Boa Esporte por duas temporadas e, a princípio, receberá o maior salário do clube de Varginha, que disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro e se prepara para a Série B do Brasileiro. Segundo apurou a Revista Veja, o novo reforço do clube terá vencimentos na ordem de R$ 30 mil, sem contar premiações e bônus por objetivos cumpridos em campo.

 
Até a chegada de Bruno, o meia Radamés era o dono do maior salário do time boveta.

 

Sem levar em conta a desvalorização da moeda brasileira desde 2010, ano em que Bruno foi condenado pela morte de sua ex-amante, Eliza Samudio, o atual salário corresponde a 15% daquele que o goleiro recebia no Flamengo: R$ 200 mil (carteira e direitos de imagem).

 

Antes de ir para a cadeia, Bruno chegou a ter um acordo com o Milan da Itália em que receberia mensalmente R$ 500 mil. O Zenit, da Rússia, também pretendia fazer uma proposta milionária para contratá-lo naquela época.

 

No período em que esteve preso, Bruno foi da “quase” independência financeira à falência. Os gastos com advogados e com o pagamento da pensão de Bruninho, filho que teve com Eliza, teriam consumido suas reservas. Ao menos foi isso que ele afirmou à Radio Itatiaia em janeiro de 2016, na Apac de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

“Quando se fala em Bruno ainda tem muita gente que acha que o Bruno é um tio Patinhas da vida, que o Bruno tem uma fortuna guardada lá fora. Eu perdi tudo, cara. Financeiramente, hoje, (estou) zerado”, disse Bruno à emissora.

 

Super Esportes