Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/08/2014

Caso de dengue cai 72 por cento em Feira de Santana

2982014161657A redução dos casos confirmados em exames laboratoriais de dengue em Feira de Santana, comparando-se de janeiro a agosto deste e do ano passado, chegou a 72,4%. Nos períodos foram registrados, respectivamente, 1.542 casos positivos contra 426 da dengue clássica. A queda nestes índices está relacionada às medidas de prevenção que vem sendo adotadas pelas autoridades da área de epidemiologia.

 
A queda no número de notificações também teve significativa retração nos primeiros oito meses deste ano, com 1130 registros, quando comparadas ao mesmo período de 2013, quando 4.269 pessoas procuraram as unidades de saúde ou hospitais ou clínicas da rede privada com sintomas de dengue – a doença é de notificação obrigatória.

 

Alguns sintomas da dengue se confundem com o da gripe, daí a necessidade de se conhecer outros sintomas relacionados à doença transmitida pela fêmea do mosquito aedes aegypti. O infectado terá febre alta – muitas vezes passando de 40 graus, dor de cabeça na região dos olhos, manchas avermelhadas pelo corpo, dores nas juntas e nos músculos. Se tiver com estes sintomas a pessoa deve procurar orientação médica e evitar a automedicação – sob nenhuma hipótese usar AAS.

 

Mesmo com índices pluviométricos que deixou agricultores satisfeitos, não foram registrados avanços da dengue no município. Em Feira, foi a Matinha que registrou o maior número da doença, com 143 casos. Historicamente, a maioria dos focos é encontrada nas residências, onde há maior acúmulo de água e de material onde o mosquito usa para se reproduzir com maior frequência.