Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 16/11/2017

Central de Comercialização da Prefeitura vai oferecer produtos da economia solidária com preços atrativos

Em tempos difíceis cada centavo faz toda diferença, sendo necessário economizar. Pensando assim, o Governo Municipal de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), lança mais uma iniciativa que contempla os produtores e artesão de economia solidária feirenses das áreas urbanas e rurais. Dentro de mais alguns dias entrará em funcionamento a Central de Comercialização do projeto Feira Produtiva, com exposição e fechamento de negócios gerados a partir do trabalho solidário e preços acessíveis.

 

A Central de Comercialização está instalada na praça do Tropeiro, 84, em frente ao Centro de Abastecimento, oferecendo artesanatos, confecções, ornamentos, utensílios domésticos, produtos reciclados, plantas, brinquedos e alimentos aos clientes.

 

O secretário de Desenvolvimento Social (Sedeso), Ildes Ferreira, revela o segredo para os produtos comercializados no local terem preços bastante competitivos. “Todo processo, desde produção até a comercialização, é feito por quem produz, através da economia solidária, sem a participação de atravessadores”, informou.

 

Para garantir o sucesso do empreendimento, a Sedeso também promoveu curso de atendimento ao público para os empreendedores da economia solidária, com aulas ministradas pelo coordenador do Feira Produtiva, João Bosco, sobre associativismo, venda coletiva, bom atendimento, código de defesa do consumidor, auto-gestão e preço justo.

 

O projeto é fruto de convênio do Governo Municipal com o Ministério do Trabalho/Senaes. No espaço de comercialização foram instalados expositores, balcões e prateleiras. Funcionará de segunda a sábado, administrado pelos próprios cooperados em escala de revezamento.

 

Foto: Sara Silva