Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 08/07/2014

Cerca de 40 mil eletrônicos são roubados de fábrica da Samsung

25716-2Imagens mostram a ação da quadrilha que roubou 40 mil peças, entre tablets, celulares e notebooks na fábrica da Samsung na madrugada desta segunda-feira (7), no Parque Imperador, às margens da Rodovia Dom Pedro I, de acordo com a Polícia Civil. Segundo a investigação, aproximadamente 20 criminosos renderam funcionários e vigias, e usaram sete caminhões para levar os eletrônicos. A carga é avaliada em R$ 80 milhões, de acordo com os policiais responsáveis pelo caso. A Samsung não confirma o número passado pela polícia nem divulga o valor dos itens roubados. Ninguém ficou ferido.

 

Pelas imagens do sistema de segurança é possível ver um caminhão circulando dentro da fábrica. Em outro trecho, há uma movimentação dentro da empresa, são homens andando pelo local com celulares e rádios. Não é possível dizer se estão armados.

 

De acordo com a polícia, a quadrilha chegou à empresa por volta de 0h desta segunda-feira. Durante a ação, cerca de 200 funcionários do setor de distribuição ficaram sob poder do bando. O grupo deixou o local por volta das 3h. As imagens mostram também caixas sendo retiradas e colocadas em um caminhão.

 

Segundo a polícia, funcionários da empresa que estavam em uma van foram rendidos em uma estrada. Eles foram levados para um local, ainda desconhecido, e os criminosos usaram crachás de identificação dos trabalhadores. Uma das vítimas ficou sob poder do bando.

Ao entrar na Samsung, a quadrilha rendeu inicialmente os seguranças do setor de distribuição e, em seguida, os vigias da portaria. “Retiraram os armamentos deles e as munições e deixaram eles trabalhando normalmente, nos mesmos postos como se nada tivesse acontecido”, disse o tenente da Polícia Militar Vitor Chaves.

 

Investigação

 

Para a Polícia Civil, os criminosos tinham muitas informações sobre os procedimentos da empresa. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), e estiveram no local funcionários da Samsung, da empresa de segurança privada, além de representantes de uma seguradora.

Imagens da multinacional, rodovias e da cidade são avaliadas em busca de pistas sobre suspeitos. A polícia trabalha com essas informações para identificar as pessoas que fizeram parte do assalto.

Por meio de nota, a Samsung disse que ninguém ficou ferido e que a empresa coopera “plenamente” com a investigação policial. “Faremos o nosso melhor para evitar qualquer recorrência.”, diz o texto. Além disso, a assessoria da fábrica não confirma o número passado pela polícia nem divulga o valor dos itens roubados.

 

Outros roubos

 

Em outubro de 2012, uma quadrilha invadiu um galpão da companhia TAM Cargo no Aeroporto Internacional de Viracopos, também em Campinas, e levou R$ 3,9 milhões em equipamentos da empresa de eletrônicos Apple.

 

Armados com metralhadoras, os ladrões renderam seguranças e roubaram 12 lotes de iPads e iPhones. A ação durou apenas 35 minutos.

 

Na fuga, a quadrilha levou o sistema de monitoramento de câmeras do galpão e o carro de um dos funcionários. O veículo foi localizado em seguida próximo à Rodovia Santos Dummont.

 

Com informações do G1