Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 22/11/2016

Chuva requer cuidados com água empoçada

22112016113626A população deve ficar ainda mais atenta com relação aos recipientes descartados que podem ser usados pelo inseto.

 

A aproximação do período de trovoada traz uma preocupação adicional para a Vigilância Epidemiológica de Feira de Santana: o acúmulo de água que pode ser usado como criadouro do aedes aegypti.

 

Se infectado o mosquito transmite o vírus da dengue, chikungunya e da zika, a chamada tríplice epidemia.

 

Para a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, a população deve ficar ainda mais atenta com relação aos recipientes descartados que podem ser usados pelo inseto como ponto de desova

 

“Todos devem dar a destinação correta a estas vasilhas, porque o mosquito aproveita todo e qualquer local com água parada para depositar seus ovos”, afirmou a secretária. “Daí a necessidade de todos se manter atentos à situação”.

 

O estado permanente de atenção por parte da população e o serviço continuado realizado pela Vigilância Epidemiológica, manterão os índices de infestação em níveis baixos. Feira de Santana registrou acentuada queda nos índices de contaminação destas doenças em 2016, quando comparados com o ano passado.

 
Secom