Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 23/03/2015

Com dois gols de Maxi, Bahia goleia o Galícia na Fonte Nova

22882-2Bahia voltou a golear o Galícia na tarde deste domingo, 22, na Arena Fonte Nova. Com dois gols de Maxi, no primeiro tempo, Titi e Tchô, na segunda etapa, o Esquadrão aplicou 4 a 0 no Galícia, no jogo de volta das quartas de final do Campeonato Baiano.

 
O triunfo levou o tricolor para a semifinal do Baianão contra a Juazeirense, que venceu a Jacuipense por 3 a 1. A primeira partida será em Juazeiro, dia 5 de abril (domingo). A partida de volta será na Fonte Nova, dia 19 de abril.

 

Com a vantagem de 5 a 0 da primeira partida, o time comanda por Sérgio Soares começou a partida devagar. O time abusava de lançamentos logos, sem conseguir assustar o Galícia. O lance perigoso do início foi graças a uma bola parada. Aos 8 minutos, em cobrança da falta, goleiro do Galícia socou para fora, a bola sobrou para Leo Gamalho que chutou no travessão.

 

Sem o Galícia assustar, o Bahia arriscou de fora da área com Willians Santana, Léo Gamalho e Maxi Biancucchi. O primeiro gol só foi aos 30 minutos. Léo Gamalho cabeceou, Dida espalmou para o meio da área e Maxi Biancucchi esteve ligado no lance para tocar a bola para o gol. Já aos 39, Maxi novamente invadiu a área, driblou zagueiro e chutou forte para o gol.

 

O Galícia só assustou aos 45 minutos, graças a falha da zaga do Bahia. Bola foi para a área e Thales, zagueiro tricolor, cabeceou contra a própria meta. Para sorte tricolor, Jean estava atento e fez bela defesa.

 

Chances de ampliar

 

O segundo tempo começou com muitas faltas e passes errados. Mas o Bahia teve chance de ampliar aos 5 minutos, com Tony, que chutou o a bola para fora com o gol vazio, e aos 6, com Willians Santana cabeceando forte para bela defesa de Dida.

 

O terceiro gol chegou aos 18 minutos da etapa final. Em cobrança de escanteio, Titi cabeceou sozinho e ampliou o marcador. O gol que deu os números finais a partida também foi em cobrança de escanteio, aos 40 minutos. A bola sobrou para Tchô, que chutou forte para o quarto gol.

 

A Tarde