Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 25/09/2017

Com gol polêmico, Bahia vence o Grêmio e se afasta do Z-4

Precisando do triunfo, o Bahia venceu o Grêmio em um jogo emocionante na noite deste domingo, 24, na Arena Fonte Nova. Com um polêmioco gol de pênalti aos 51 minutos do segundo tempo, o placar magro de 1×0 é suficiente para afastar o Tricolor da zona de perigo do Brasileirão.

 

O gol foi marcado por Rodrigão, em um lance que os jogadores do Grêmio reclamaram bastante. Allione caiu dentro da área, após o lateral Edílson escorregar no lance e tocar de leve no meia-atacante Tricolor.

 

Na próxima rodada, o Bahia recebe o Coritiba no sábado, 30, às 16h, na Arena Fonte Nova, em um confronto direto na luta contra o rebaixamento. Para a partida, o Tricolor não contará com o zagueiro Lucas Fonseca e o lateral Eduardo, que tomaram o terceiro cartão e estão suspensos para o duelo.

 

O jogo

 

Em um primeiro tempo de muita transpiração e pouca inspiração, o Bahia ameaçou o gol do Grêmio em duas oportunidades em chutes desviados que tiraram o goleiro Paulo Victor da bola, mas não entraram. Aos dez, Mendonza partiu em velocidade e chutou. A bola desviou em Vinícius e saiu por bem perto do gol do time gaúcho. Em seguida, aos 30 Vinícius rolou a bola na entrada da área para Juninho chutar. A bola novamente contou com o desvio para tirar o goleiro da jogada e assim como a primeira saiu pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Edson cabeceou e exigiu boa defesa de Paulo Victor.

 

O restante do jogo resumiu-se em troca de passes do Grêmio e discussões acaloradas entre os jogadores. Os mais exaltados foram Jael e Lucas Fonseca, que receberam cartão amarelo durante a partida. Com a bola rolando, o time Gaúcho teve o domínio da posse de bola e arriscou alguns chutes de média distância, todos sem dificuldades para Jean.

 

Alívio

 

Para a etapa final, o Bahia voltou com Allione no lugar de Vinícius, pouco produtivo na etapa inicial. A mudança não surtiu efeito e o segundo tempo seguiu no mesmo ritmo. Muita velocidade de ambas equipes e poucos futebol. O Grêmio, tecnicamente superior, melhorou no segundo tempo e levou mais perigo ao gol do Esquadrão. Aos 30, Everton partiu em velocidade pela direita e cruzou. Jael ajeitou para Arthur acertar o travessão e calar o estádio por alguns segundos. Até a bola sobrar para Fernandinho finalizar e Jean conseguir a defesa.

 

O Bahia até ameaçou em uma falta na entrada cobrada por Juninho, mas a bola passou por cima do gol. Edigar Junio, que entrou no lugar do apagado Zé Rafael, deu mais dinâmica a equipe, que não conseguiu ser efetivo.

 

Quem mudou mesmo a equipe foi Régis. Ele entrou aos 40 minutos do segundo tempo, e ainda assim conseguiu levar o Bahia a frente com arrancadas em velocidade. Em uma delas, o meia passou para Allione, que foi tocado por Edílson dentro da área e caiu. O juíz marcou a penalidade e após quatro minutos de reclamação dos jogadores do Tricolor Gaúcho, Rodrigão acabou com a seca e deu o triunfo para o tricolor.

 

No apito final, alívio para os mais de 13 mil presentes. Preto Casagrande, que não esteve no banco no jogo deste domingo por suspensão, venceu a primeira partida após ser efetivado.

 

As informações são do A Tarde.