Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/09/2017

Compostagem em pequena escala pode ser feita em casa ou na escola

O reaproveitamento de cascas de frutas e verduras e outros alimentos – exceto carnes e gorduras – para obtenção de fertilizante foi tema de mais um curso ministrado na Universidade Aberta do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Unamacs), cujo tema foi “Oficina de Compostagem”. O encontro teve continuidade nesta segunda-feira, 25, com aula teórica e prática.

 

A facilitadora Elizabeth Piropo, gestora ambiental e fiscal da Semmam (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais), defende que o processo de compostagem em pequena escala pode ser feito tanto dentro dos domicílios quanto em instituições, a exemplo de escolas e indústrias.

 

“Joga-se muito resíduo orgânico fora, que pode ser reaproveitado para produzir adubo”, afirmou. Segundo ela, esse tipo de reciclagem é uma das mais antigas e uma maneira de reduzir a quantidade de lixo jogado no aterro sanitário. “Cidades desenvolvidas no mundo inteiro já reaproveitam a matéria orgânica”, destacou Elizabeth.

 

A gestora ambiental explicou que para produzir adubo em pequena escala (dentro das residências, por exemplo) basta utilizar potes de sorvete ou tambores de plástico – tipo vasilhames grandes de margarina – perfurados para permitir a entrada de oxigênio.

 

“Deve colocar nesses recipientes camadas de terra vegetal, material orgânico e pó de serra. Após um período de cinco dias mexe e barrufa com água”. O processo de compostagem domiciliar leva até dois meses. “Após esse período já é adubo. Pode até ensacar para vender”.

 

A pedagoga Sorai Benício é uma das alunas do curso. Interessada por questões ambientais afirma que “os cursos promovidos pela Unamacs reúnem pessoas que agregam valor à causa socioambiental do nosso município”. A Unamcs está instalada no Parque da Cidade Frei José Monteiro Sobrinho.

 

Grupo de pesquisa

 

A Unamcs formou seu primeiro grupo de pesquisa, cujo encontro está previsto para ocorrer na próxima quinta-feira, 28, a partir das 14h. O objetivo é elaborar um projeto de compostagem visando implantar no Parque da Cidade uma mini usina de compostagem para a produção de adubo orgânico.