Dicas

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 11/01/2016

Consumir leite na dieta pode ajudar a emagrecer, diz estudo

3216979168-tomando-leitePessoas adeptas à inclusão de leite na dieta, mesmo com diferentes faixas etárias, são mais magras e tem menos tendência a serem obesas, segundo aponta um relatório publicado pela Universidade da Califórnia, nos EUA.

 

Além de ser fonte de carboidratos, proteínas de alta qualidade e gorduras, o leite é também uma fonte importante de cálcio, que está na forma mais bem absorvida pelo nosso corpo. Um copo de leite (200 ml), possui cerca de 240mg de cálcio, suficiente para suprir 25% da recomendação de ingestão diária desse nutriente.

 

Outra ponto positivo está no preço. O alimento é relativamente barato se comparado a outras fontes de proteína animal e se destaca pela qualidade de suas proteínas. Elas são classificadas como completas, especialmente devido à sua composição de aminoácidos essenciais.

 

É importante ressaltar que, em média, 95% dos aminoácidos presentes no leite são absorvidos e utilizados pelo corpo. Com isso, tomar leite contribui não só para prevenção da obesidade, mas também para doenças no coração, diabetes, síndrome metabólica e controle dos níveis de colesterol no sangue.

 
Uma curiosidade importante é que o leite é uma bebida hidratante e por isto recomendada para praticantes de exercícios físicos. As proteínas do leite, além de serem fontes de energia, auxiliam na construção e recuperação dos músculos após o exercício físico e na produção de hormônios e enzimas, ajudando ainda a fortalecer nosso sistema imunológico.

 

Assim, a falta desses aminoácidos essenciais pode promover alterações no metabolismo de todas as células do corpo, além de prejudicar as defesas do organismo.

 

Além do cálcio, esse alimento é fonte importante de diversos outros micronutrientes essenciais para a saúde, como o selênio, magnésio e vitaminas do complexo B, como ainda contém todos os macronutrientes: carboidratos, proteínas e gorduras.

 

Mais energia

 

Os macronutrientes fornecem, principalmente, energia para as atividades do dia. As gorduras são responsáveis pelo fornecimento de energia, pelo bom funcionamento das células e contribuem, ainda, para a saúde mental, uma vez que fazem parte das membranas dos neurônios ajudando na transmissão dos impulsos nervosos.

 

Já os carboidratos são as principais fontes de energia para as células do corpo, principalmente para o cérebro. No leite, eles são encontrados especialmente na forma de lactose. Há, no entanto, uma pequena parcela da população que não é capaz de aproveitar esse nutriente, pois o organismo dessas pessoas não produz a enzima lactase, responsável pela sua digestão.

 

Contudo, atualmente estão disponíveis no mercado alternativas com o conteúdo de lactose reduzido ou mesmo ausente.
FONTE: GUIAME