Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 08/05/2017

Corinthians, Flamengo, Atlético-MG e Chape são campeões estaduais

Em mais um tradicional domingo de futebol, foram conhecidos os campeões dos principais campeonatos estaduais do Brasil. Corinthians, Flamengo, Atlético Mineiro, Chapecoense, Coritiba, Vitória e Goiás são alguns dos times que soltaram o grito já no início da temporada de 2017.
Confira abaixo como foram as decisões dos estaduais pelo Brasil com um breve resumo de cada partida do Paulistão, Carioca, Mineiro, Paranaense, Catarinense, Baiano e Goiano. Teve até campeão decidido somente nos pênaltis.
Campeonato Paulista

 

Jogo de ida: Ponte Preta 0 x 3 Corinthians, no Moisés Lucarelli
Jogo de volta: Corinthians 1 x 1 Ponte Preta, na Arena Corinthians

 

O Corinthians entrou em campo com uma vantagem enorme, a maior entre os principais estaduais, e, 40 anos depois da lendária decisão de 1977 contra a própria Ponte Preta, conquistou o seu 28º título Paulista.
Após um primeiro tempo amarrado, Jadson aproveitou saída de bola errada de Fernando Bob e achou Romero livre. O paraguaio chutou, Aranha defendeu, mas no rebote ele não desperdiçou e abriu o placar. Com Marllon, aos 40, a Ponte ainda empatou a partida, mas já era muito tarde. Final: Corinthians campeão e festa dos mais de 46 mil torcedores presentes na Arena.

 

Campeonato Carioca

 

Jogo de ida: Fluminense 0 x 1 Flamengo, no Maracanã
Jogo de volta: Flamengo 2 x 1 Fluminense, no Maracanã

 

O Fluminense precisava de pelo menos um gol para levar a decisão para os pênaltis e começou a partida com tudo. Logo aos três minutos, Henrique Dourado, o ceifador, aproveitou bola cruzada na área e fez para o tricolor carioca.
Boas chances foram criadas para ambos os lados ainda na primeira etapa, mas só no segundo tempo a bola balançou o barbante do Maracanã novamente. Aos 39, Gabriel cobrou escanteio, Réver ganhou de Henrique e cabeceou para boa defesa de Cavalieri, na sobra, porém, estava Guerrero, que fuzilou de pé esquerdo para deixar tudo igual.
Com 1 a 1, o Flamengo já era campeão, mas com o Fluminense todo no ataque, o rubro-negro ainda virou a partida com Rodinei, aos 50 minutos, em rápido contra-ataque. Ainda deu tempo do goleiro do Flu ser expulso após falta em Rodinei. Final: Flamengo campeão pela 34ª vez para mais de 68 mil torcedores no Maracanã.

 

Campeonato Mineiro

 

Jogo de ida: Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG, no Mineirão
Jogo de volta: Atlético-MG 2 x 1 Cruzeiro, no Independência

 

O Atlético-MG começou o clássico contra o Cruzeiro com a vantagem de poder empatar para ser campeão, já que teve melhor campanha. Mas Fred e Robinho parecia que não sabiam disso. Logo aos 12 minutos, o camisa 7 recebeu do centroavante dentro da área e só empurrou para o fundo do gol.
No segundo tempo, Ábila, muito ligado, aproveitou cruzamento de Rafinha, dominou no peito, girou e finalizou com muito estilo, de voleio para deixar tudo igual. Aos 24, Elias jogou água no chope e esfriou as chances cruzeirenses, que precisavam virar a partida para ser campeão. Final: Atlético-MG campeão estadual pela 44ª vez.

 

Campeonato Gaúcho

 

Jogo de ida: Internacional 2 x 2 Novo Hamburgo, no Beira-Rio
Jogo de volta: Novo Hamburgo 1 (3) x (1) 1 Internacional

 

O Novo Haburgo surpreendeu ao empatar com o Internacional no primeiro jogo em pleno Beira-Rio e começou a partida decisiva com tudo. Logo aos 21 do primeiro tempo, Ernando tentou afastar, mas fez contra a própria meta. A reação do colorado veio só no segundo tempo.
Logo aos três minutos, D’Alessandro recebeu na direita e cruzou, após disputa, a bola sobrou para Rodrigo Dourado estufar as redes. A partida terminou empatada e a decisão foi para os pênaltis e aí brilhou a parte azul em Caxias do Sul. Com três pênaltis desperdiçados, entre eles o do camisa 10, o Inter foi superado por 3 a 1 e não conseguiu o heptacampeonato estadual. Bom para o Novo Hamburgo, que pôde gritar campeão pela primeira vez na história.

 

Campeonato Parananese

 

Jogo de ida: Atlético-PR 0 x 3 Coritiba, na Arena da Baixada
Jogo de volta: Coritiba 0 x 0 Atlético-PR, no Couto Pereira

 

Após vencer a primeira partida por 3 a 0 fora de casa, o Coritiba foi recebido pelo seu torcedor com muita festa e já com uma mão na taça do Campeonato Paranaense. Em boa parte do primeiro tempo controlou as ações e a melhor chance dos rubro-negros veio apenas aos 45 minutos.
Na etapa final, o Furacão foi pra cima e o Coxa se fechou, não deixando que o rival furasse a boa defesa. A melhor chance foi aos 32 com cobrança de falta de João Pedro. Final: Coritiba, pela 38ª vez, campeão Paranaense.

 

Campeonato Catarinense

 

Jogo de ida: Avaí 0 x 1 Chapecoense, na Ressacada
Jogo de volta: Chapecoense 0 x 1 Avaí, na Arena Condá

 

Pouco mais de cinco meses depois da tragédia que matou parte do elenco campeão estadual de 2016, a Chapecoense voltou a conquistar um título. Após vencer o primeiro jogo contra o Avaí por 1 a 0, o Verdão do Oeste fez valer o regulamento e, apesar de ser derrotado pelo mesmo placar, se tornou bicampeão pela primeira vez em sua história.
O gol do Avaí foi marcado por Leandro Silva, aos 27 do primeiro tempo, mas foi só. Pela sexta vez, a Chapecoense conquistou o título do Campeonato Catarinense, para a alegria dos torcedores e de todos que ajudaram na reconstrução de um dos times mais amados do Brasil.

 

Outros estaduais

 

Em outros estaduais pelo Brasil, o Goiás, que havia vencido o Vila Nova na partida de ida por 3 a 0, conseguiu uma vitória mínima na partida de volta no Serra Dourada para conquistar o terceiro título goiano consecutivo. Já na Bahia, o Vitória, time de melhor campanha, segurou o 0 a 0 no Barradão – na partida de ida o empate havia sido por 1 a 1 – e conquistou, de forma invicta, o título baiano de 2017. No Sergipe, o Confiança conquistou o título e em Pernambuco o Sport empatou com o Salgueiro na partida de ida da final do estadual local. A volta acontecerá no dia 18 de junho.

 

 

As informações são do IG