Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 31/12/2014

Cuidados contra a chikungunya e a dengue devem ser redobrados no verão

8888Na estação mais esperada do ano, o verão, os cuidados contra a dengue e a febre chikungunya devem ser redobrados. As temperaturas elevadas e as chuvas irregulares favorecem a reprodução do mosquito transmissor das doenças, o aedes aegypti.
A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Francisca Lúcia Oliveira, reforça que é fundamental a participação dos moradores na prevenção da febre chikungunya e da dengue. Ela diz que entre as medidas ao alcance de todos estão o armazenamento correto do lixo e a remoção de todos os objetos que possam acumular água.

 

Os ovos do mosquito são depositados em água parada e podem sobreviver por mais de um ano à espera de um clima propício para se desenvolver. Entre os principais criadouros estão vasos, pneus, garrafas, caixas d’água, ou seja, tudo que possa acumular água.

 

Durante o ano, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Divisão de Vigilância Epidemiológica, realizou diversas ações nos bairros, sobretudo aqueles que registram maior número de notificações, visando conscientizar a comunidade a eliminar os criadouros do aedes e, consequentemente, controlar o surgimento de novos casos da febre chikungunya e da dengue.

 

Foram feitas visitas domiciliares, nas quais os agentes de endemias orientaram os moradores, bem como o bloqueio de bomba costal e tratamento focal e perifocal. Também foram desenvolvidas atividades de educação em saúde nas escolas, acompanhamento e monitoramento de todos os casos suspeitos e mutirões de limpeza.

 

CONTROLE

 

Na primeira semana oficial do verão não foram registrados novos casos de febre chikungunya em Feira de Santana. Segundo dados do boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira, 29, os 816 casos confirmados no último levantamento, há uma semana, se mantiveram.