Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/07/2015

Cursos gratuitos da Prefeitura abrem as portas para o mercado de trabalho

33 “Aqui no Cicaf eu descobri a profissão que hoje faz a diferença na minha vida”. A declaração, com sorriso no rosto e brilho nos olhos, é de Witneyde de Queiroz Silva, garçonete. Ela já trabalha em eventos e com o dinheiro recebido ajuda a família. “Desenvolvi meu potencial para a atividade e consegui o primeiro emprego”. E tudo isso graças ao aprendizado no Centro Integrado de Capacitação e Apoio ao Adolescente e Família Gilza Melo (Cicaf).

 

Em Feira de Santana é assim. Quem deseja aprender uma profissão e ter acesso ao mercado de trabalho, sem precisar pagar nada pela aprendizagem, conta com a ajuda do município, responsável pela criação do Cicaf no segundo governo do prefeito José Ronaldo. O programa é mantido há 10 anos, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso).

 

Witneyde pretende ir mais longe. Na quarta-feira, 15, assistiu à aula inaugural do segundo semestre 2015.2, com palestra motivacional do professor Gustavo de Barros Martins, do Centro Integrado Empresa Escola (CIEE). Os 810 inscritos lotaram o auditório da igreja do Avivamento Bíblico, na avenida Senhor dos Passos. “Estou de volta, agora para fazer o curso de panificação, outra área que eu gosto. Tenho força de vontade, vou prosseguir”, garante Witneyde.

 

José Ricardo Valença é outro exemplo da importância do investimento que a Prefeitura realiza na qualificação para o primeiro emprego. Ele concluiu o curso de informática básica para adultos. “Sempre sonhei com uma oportunidade como esta. O Cicaf me ensinou muito e está dando certo”, pontuou com entusiasmo.

 

Para participar dos cursos – 12 no total -, explica Ivone Magalhães, do Departamento de Cidadania, “o candidato deve ter o perfil de baixa renda e ser identificado pelo Número de Inscrição Social (NIS)”.

 

MERCADO DE TRABALHO

 

O interessado também pode escolher entre outras áreas e de acordo com as suas habilidades, trabalhar com manutenção em micro, manicure e pedicure, corte e escova, salgados e a novidade, que é o curso de recepcionista com ênfase em auxiliar administrativo e técnicas de vendas, dentre outros.34

O professor Gustavo Martins ressalta que mesmo antes de concluído o semestre, muitos alunos já estarão inseridos no mercado de trabalho. “Tem sido assim ao longo dessa década”, destaca.

 

Cadmiel Pereira, da Sedeso, confirma o sucesso da iniciativa do governo municipal, lembrando os 21 jovens recém-saídos do Cicaf e que foram contratados de uma só vez no setor de telemarketing.