Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 10/07/2015

“Deixarei de ser pastor, caso seja obrigado a realizar casamento de pessoas do mesmo sexo, ’’ declarou pastor João Batista

11391113_588488654587132_7972913137898969563_nEm um dos seus sermões dominicais, o presidente da Igreja Batista Missionária Internacional de Feira de Santana, mostrou seu posicionamento sobre o casamento homossexual.

 

“ Deixarei de ser pastor, caso seja obrigado a realizar casamento de pessoas do mesmo sexo. O sonho deles é casar em uma igreja evangélica, ou católica do nosso Brasil, ’’ desabafou o pastor João Batista da Silva.

 

O inicio da conversa se deu após a liberação de casamento para homossexuais nos Estados Unidos, e que chamou a atenção do mundo.

 

“ Hoje algumas pessoas acham isso bobagem, e amanhã podem achar normal à união de irmãos, mães com filhos e até mesmo animais. Isso vai de encontro à palavra de Deus, e não vou compactuar com isso,’’ criticou Batista.

 

Vale salientar que naqueles pais, existem leis que não obrigam lideres religiosos a realizar a tal cerimônia.

 

Segundo informações, a preocupação do pastor seria a influencia da lei para outros países, embora cada um tenha a sua jurisprudência e normas locais.

 

Portal Cidade Gospel