Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 01/06/2015

“Desafio do Charlie” desencadeia possessões coletivas em escolas e causa pavor a alunos; Assista

desafio-do-charlieA brincadeira conhecida como “Desafio do Charlie” se espalhou rapidamente entre alunos de escolas da rede pública e gerou tumultos. Em diversos casos, foram relatadas possessões coletivas entre os adolescentes.

 

O caso de maior transtorno para os educadores aconteceu em Manaus (AM), onde alunos passaram mal após invocarem o espírito Charlie, inspirados pelos vídeos publicados nas redes sociais por pessoas de todas as partes do mundo.

 

“Ontem, uma menina do 8º ano começou com a brincadeira do ‘Charlie’. Uma menina disse que viu o ‘demônio’, e outra começou a ver e espalhar para escola toda. As meninas começaram a desmaiar, ter convulsões, os pequenos do 1º ao 6º ano começaram a se enforcar a se bater”, disse uma das alunas da Escola de Tempo Integral José Carlos Mestrinho, localizada na zona sul da capital amazonense.

 

Uma mãe de um dos alunos afirmou que a menina que teria sido possuída, estava “delirando, não falando ‘coisa com coisa’, falando que não era pra deixar ninguém levar ela”.

 

“Tinha bastante criança jogada no chão sem saber o que estava acontecendo. Meus netos chegaram contando que uma garota que estava com o lápis chamando pelo nome de um espírito que já morreu, e aí começaram a ‘pegar’ espírito”, relatou uma avó à reportagem do G1.

Em outra escola de Manaus, na zona norte da cidade, houve um caso semelhante: “Eles se juntaram na sala, quando eles deram as mãos, aí esse garoto que tava zoando assoprava a caneta pra caneta rodar, aí as meninas falavam pra ele se afastar, ele sempre ficava assoprando a caneta pra caneta rodar, e quando eles pararam de ficar zoando, e quando eles deram as mãos, a caneta realmente rodou sozinha, girou sozinha, a folha do caderno grudou na mão dele e não quis sair, aí ele ficou se batendo no chão”, afirmou uma estudante da Escola Estadual Sebastião Norões, do bairro Cidade Nova.

 

Segundo informações do Portal do Amazonas, “a brincadeira demoníaca iniciou às 9h da manhã, horário de intervalo dos alunos, quando eles perceberam que o ritual virou verdade, entraram em desespero”.

 

A capital do Amazonas ainda registrou um terceiro caso em que supostamente a “brincadeira” teria desencadeado uma possessão de uma aluna, de acordo com o Portal do Holanda. “Uma das garotas acabou começando a falar com a voz grave e vomitando muito. Várias crianças ficaram desesperadas com a cena e se instalou o caos na escola. Na internet, funcionários da escola e alunos tem realizado diversos relatos”, noticiou o site.

 

Um vídeo mostra que uma pessoa ora pedindo a Deus a libertação da aluna da possessão demoníaca:

 

No vídeo abaixo, um caso semelhante aos relatados acima foi registrado no estado de Rondônia:

 

Gospel +