Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 31/01/2018

Detonando o PT : “Eles querem instalar o caos pra depois controlar a sociedade”, diz Silas Malafaia

O Pastor Silas Malafaia, pastor da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, resolveu gravar um vídeo para comentar a repercussão da condenação do ex-Presidente Luis Inácio Lula da Silva em segunda instância no último dia 24. Na gravação, o pastor fez duras críticas ao PT e aliados, dizendo que eles não vão intimidar a sociedade com ameaças:

 

“O que esses caras do PT estão pensando? Eles estão pensando que vão intimidar a sociedade brasileira?”, questionou Malafaia. “A tentativa de intimidar a sociedade brasileira é tentar intimidar as instituições legais que representam a sociedade”, disse ele.

 

Silas Malafaia se refere aos recentes discursos e declarações feitas por integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) e aliados, logo após a condenação de Lula pelo Tribunal Regional Federal da 4ª região, em Porto Alegre, tornando-o inelegível para as eleições presidenciais desse ano.

 

Além da Presidente do PT, a Senadora Gleisi Hoffmann, ter feito declarações que desprezam a legitimidade do poder judiciário brasileiro, o também Senador da República e líder do PT no Senado, Lindbergh Farias, insinuou diversas vezes a desobediência civil e “luta” nas ruas, chegando à dizer que mesmo preso, Lula será candidato:

 

“Se prenderem Lula, ele vai ser candidato preso. Lula vai ser candidato de todo jeito. Mesmo preso”, disse ele em uma entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

 

“Vendo o discurso inescrupuloso dessa Presidente do PT e de senadores… Gente, esses caras sempre foram comunistas. Estão travestidos de democratas. Está no DNA deles operar a desordem, a bagunça, o desrespeito. Eles querem instalar o caos, pra depois controlar a sociedade. É o que o comunismo fez a vida toda”, disse Silas Malafaia.

 

O pastor Malafaia segue na gravação denunciando a tentativa do Partido dos Trabalhadores e de Lula de querer politizar o processo judicial, citando o número dos que já foram condenados (mais 170) através da operação Lava Jato e os deficits financeiros do país frutos da corrupção.

 

Assista o vídeo completo abaixo:

 

 

Gospel +