Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 02/07/2018

Doente, ator procura ajuda em igreja, ganha Bíblia e recebe convite para atuar na novela ‘Jesus’

O ator Rodrigo Andrade interpretará Simão, discípulo de Jesus, na próxima “novela bíblica” da Record TV, e o papel chegou a ele de uma maneira um tanto inusitada, já que o convite foi feito logo após ter ficado doente e visitado uma igreja evangélica nos Estados Unidos, onde ganhou uma Bíblia.

 

Rodrigo Andrade considera que o papel que recebeu para atuar na novela Jesus, da Record, é um sinal espiritual. “No final do ano passado, eu estava nos Estados Unidos e fiquei doente, de cama. Tive faringite, rinite, sinusite, dor de cabeça, passava muito mal. E não sarava, achei que tinha um cunho espiritual. Procurei um centro espírita, mas quando cheguei lá ele não existia, no endereço tinha uma igreja evangélica”, contou o ator, de 34 anos.

 

“O pastor foi muito legal comigo, me deu uma Bíblia e mandou ler o Evangelho de João, se eu achasse bacana. Achei interessante e logo comecei a ler os outros evangelhos. Voltei pro Brasil e estava um dia conversando com minha mulher sobre algumas passagens quando tocou o telefone com o convite da Record”, explicou, de acordo com informações do Notícias da TV.

 

Para o ator, que se diz muito ligado a Deus, embora não seja seguidor de nenhuma religião, a sequência dos acontecimentos o fez entender que não poderia deixar passar a oportunidade de interpretar um personagem bíblico: “Estava tudo direcionando pra isso. Não deixa de ser um sinal. É um momento da minha vida em que eu já estava buscando uma espiritualidade maior, queria desacelerar um pouco, ficar em paz comigo mesmo”.

 

O trabalho de preparação para o personagem da novela Jesus, que os atores chamam de “laboratório”, já começou a ser feito. Rodrigo Andrade, que estava desempregado, não quis perder tempo.

 

Antes do convite da Record, ele chegou a pedir um papel para o autor Walcyr Carrasco na novela O Outro Lado do Paraíso (2017), da TV Globo. “Eu queria fazer um cabeleireiro gay, simples, com cenas de barraco, comédia. Liguei para ele, falei: ‘Walcyr, deixa eu fazer esse personagem’. Mas já estava com o Fábio Lago [que viveu o personagem Nicácio]”, explicou.

 

Antes da oportunidade na emissora do bispo Edir Macedo, o ator atuou em sete novelas da Globo, a maioria escritas por Carrasco: Caras e Bocas (2009), Gabriela (2012), Amor à Vida (2013) e Êta Mundo Bom! (2016).

 
Gospel +