Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/08/2015

Edvaldo culpa Executivo por atual situação do transporte público de Feira

edvaldo-3-630x300 (1)No horário do grande expediente, na sessão ordinária da Câmara Municipal, o vereador Edvaldo Lima (PP) proferiu discurso para os trabalhadores da classe rodoviária que estavam presentes nas galerias da Casa, nesta segunda-feira (17), reivindicando solução para o transporte público da cidade, que está parado deste ontem.

 

“Fico a imaginar quando o líder do Governo na Casa, vereador José Carneiro (PSL), sobe a esta tribuna para tentar denegrir a imagem desde vereador, que é também rodoviário. O líder nunca foi rodoviário e não sabe o que passa um, pois se soubesse não chamava de extremista, como chamou. Para ele, nós somos carta fora do baralho. Ele precisa representar melhor o Governo”, avaliou Edvaldo.

 

Ainda segundo Edvaldo, é o Governo que Carneiro defende que está “massacrando” a classe trabalhadora do sistema de transporte, é o responsável pelo desemprego dos rodoviários e não tem responsabilidade com a população, pois está deixando “a ver navios”.

 

“Lembro-me bem que no final do ano passado, quando as empresas mandaram recolher os veículos, o prefeito disse nos meios de comunicação que a população aguardasse, porque viriam novidades e a novidade foi aumentar a passagem. Todos que trabalham nas empresas que prestam o serviço de transporte à nossa cidade não sabem se no dia 20 deste mês irão receber seus salários. Este prefeito está há três anos no Governo e ainda não disse para que veio”, afirmou o oposicionista.

 

Edvaldo informou que, na manhã desta segunda-feira, esteve reunido com os responsáveis pelo transporte alternativo, que se mostraram bastante apreensivos com a atual situação do transporte público da cidade. “É uma falta de respeito e imoralidade total o que estão fazendo com esses trabalhadores. O prefeito vem mostrando incompetência e irresponsabilidade; ele não pode governar o povo de Feira de Santana”, disse.

 

O vereador anseia que os colegas aprovem o requerimento nº 76, de sua autoria, que solicita a presença da presidente da Comissão de Licitações da Prefeitura, Adriana Estrela, na Casa da Cidadania, para explicar os motivos que a fez negar ao vereador o acesso às informações sobre as empresas que participaram do certame do transporte coletivo urbano.

 

“Eu queria conhecer mais as empresas que participaram da licitação do transporte, saber se são idôneas, competentes, experientes, mas a diretora não me permitiu ter acesso e quero saber os motivos desta sua atitude”, explicou Edvaldo.

 

As informações são da Ascom.