Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 20/07/2017

Eleitor com mais de 70 anos deve fazer biometria

A principal ferramenta que o cidadão possui em seu poder é o voto. É a forma mais democrática, no qual a população hoje em dia tem o poder de escolher seus representantes, para os mesmos legislar e executar benefícios em prol do povo.

 

Organizar a situação do título de eleitor é uma tarefa muito importante e direito e dever de todo cidadão. O recadastramento biométrico é obrigatório para o eleitor exercer o direito ao voto nas eleições 2018, naqueles municípios que adotarem o procedimento na modalidade extraordinária (convocatória).

 

O eleitor idoso com mais de 70 anos não são obrigados a votar, mas precisam fazer o recadastramento biométrico para que o título eleitoral não seja cancelado e consequentemente, o CPF suspenso, o que acarretará em uma série de transtornos.

 

Para facilitar este atendimento, o Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/BA) disponibiliza, em todos os postos espalhados pelo Estado, atendimento preferencial para este público.

 

Existem duas alternativas para o idoso, o acamado, o enfermo, ou a pessoa que não tem capacidade de locomoção. A alternativa é, ele não tendo condições de ir, poderá ir até o cartório eleitoral, deste idoso, o parente ou conhecido, que pegará um formulário de quitação por prazo indeterminado, este formulário será preenchido por um familiar e será anexado a este formulário um laudo médico, atestando que este eleitor tem impossibilidade ou dificuldade de locomoção.

 

Ele acrescenta: “a partir deste procedimento, o juiz eleitoral vai determinar um comando no registro deste eleitor, e ele ficará inseto de votar e de fazer recadastramento biométrico e de comparecer a justiça eleitoral”.

 

Postos de atendimento

 

O eleitor poderá agendar o atendimento para os seguintes serviços: emissão do título de eleitor pela primeira vez, transferência, segunda via, regularização/atualização dos dados cadastrais e recadastramento biométrico.

 

Ao eleitor em débito com a Justiça Eleitoral pode gerar guia para pagamento da multa eleitoral previamente e depois agendar o atendimento para regularizar a situação. O chefe do Cartório da 157ª Zona Eleitoral, Luciano Souza Leite, explica que apesar da grande demanda, o cartório tem se organizado para atender toda a população.

 

“Estamos com 42 quites biométricos funcionando, das 8 horas às 16h30. Sendo que nesses quites, temos 84 pessoas trabalhando. Nós temos dois tipos de atendimento, aquele por fila, ou seja, por senha, o eleitor chega aqui às 8h da manha e aguarda. E temos a modalidade por agendamento, para aquele eleitor que não está com pressa e pode agendar seu atendimento pelo site do TRE”, conta Luciano. O agendamento pode ser feito pelo site, no portal onde terá o link, o eleitor deverá escolher a data e a hora para marcar o serviço.

 

Para ser atendido o eleitor deverá levar um documento oficial com foto, a exemplo de RG, CNH, carteira profissional, passaporte, carteira de reservista ou certificado de alistamento militar original, além de um comprovante de residência. Aqueles que tiveram os dados cadastrais alterados, por entre outros motivos, casamento ou separação, devem levar um documento comprobatório de alteração das informações.

 

FOLHA DO ESTADO