Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 28/09/2017

Em meio a “devastação apocalíptica” em Porto Rico, cristãos oram e louvam nas ruas

O furacão Maria passou pelo Caribe e deixou um rastro de destruição. Em Porto Rico, os ventos chegaram a 281 quilômetros por hora. Oficialmente 13 pessoas morreram, além das milhares de casas destruídas total ou parcialmente. Todos os 3,5 milhões de habitantes da ilha estão sem eletricidade e internet desde o dia 20 de setembro.

 

Alguns dos templos que não foram grandemente atingidos estão servindo de abrigo e como centro de distribuição de alimentos. Há várias missões evangélicas e organizações como a Cruz Vermelha fazendo um esforço de socorro para os moradores.

 

Um líder cristão afirmou que a devastação pode ser descrita como “apocalíptica”, já que a ilha sofreu um desastre após o outro.

 

Antes do Maria, Porto Rico foi atingida pelo furacão Irma. Tudo isso em meio a uma crise econômica sem precedentes, que já fez com que milhares de pessoas abandonassem a ilha e fossem para os Estados Unidos, que mantem com a nação uma relação de “protetorado”.

 

O pastor Franklin Graham anunciou que a Bolsa do Samaritano, ministério de misericórdia da Associação Evangelística Billy Graham enviou médicos, evangelistas e toneladas de doações para lá. Ele também pede que os cristãos orem pelos porto-riquenhos que vivem dias difíceis.

 

Mesmo assim, grupos de cristãos reúnem-se nas ruas para louvar a Deus. Com geradores ligados, eles providenciam luz o suficiente para iluminar o local e os aparelhos de som. Diversos vídeos publicados nas redes sociais mostra as pessoas orando pelo país e clamando pela intervenção divina.

 

GOSPEL PRIME