Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/01/2017

Empresa vende bunkers para quem deseja sobreviver ao apocalipse

interior-do-bunkerHá muitas teorias sobre o que pode decretar o fim do mundo como o conhecemos. Ignorando os relatou bíblicos, a maioria dos teóricos apostam em guerra nuclear ou queda de um asteroide.

 

Nos Estados Unidos, há diversos grupos de sobrevivalistas, que estão se preparando para esse momento. Eles estocam comida e água e muitos já prepararam bunkers subterrâneos. Agora, no estado da Dakota do Sul, uma empresa decidiu vender estruturas de luxo para quem deseja “sobreviver” ao Apocalipse.

 

O Vivos Group está investindo no xPoint, um complexo de 46 quilômetros quadrados, que pode abrigar até 5 mil pessoas. Trata-se da maior comunidade de abrigos particulares da Terra. O material de divulgação da Vivos diz: “Este é o lugar onde você vai querer estar quando o mundo estiver prestes a acabar.”

bunker

O terreno usado por eles era um antigo depósito de munição do exército, onde já existiam bunkers de concreto capazes de suportar uma explosão de 226 toneladas. O site da Vivos explica que: “A base militar de Black Hills foi originalmente construída por engenheiros como uma fortaleza para armazenar bombas e munição de 1942 a 1967, quando foi desativada.”

 

A empresa está fazendo as reformas e oferecendo cada uma das 575 estruturas disponíveis por US$ 25 mil, equivalente a R$ 80 mil. Como ninguém sabe a data exata do fim do mundo, são cobrados mais U$ 1.000 [R$ 3.200] de aluguel por ano. O contrato tem a duração de 99 anos.

 

Cada comprador pode determinar como quer que as estruturas sejam decoradas e por isso o preço final varia muito. As estruturas medem 24 metros e tem 8 metros de largura. Seriam o suficiente para abrigar de 10 a 20 pessoas por até um ano, segundo o New York Post.

 

Já existem bunkers “conceito”, que incluem painéis de vídeo nas paredes, exibindo uma paisagem externa, como mostram as fotos já divulgadas. As primeiras unidades estarão prontas no segundo semestre de 2017 e a Vivos anunciou que planeja construir uma “área de convivência comum subterrânea” que incluirá uma escola e uma igreja.

 

Gospel Prime