Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 27/11/2014

Entidade cristã quer abrir filiais do McDonald’s em igrejas para evitar fuga de fiéis

mcmass-projectUma iniciativa de uma entidade cristã quer reduzir o esvaziamento das igrejas evangélicas nos Estados Unidos com uma campanha curiosa: abrir uma filial do McDonald’s nos templos que sofrem com baixa frequência de fiéis e assim atraí-los novamente.

 

A ideia do McMass Project é usar os espaços que ficam ociosos nas igrejas e reverter o atual quadro de abandono dos templos. Segundo os responsáveis pelo projeto, somente em 2013 dez mil igrejas foram fechadas nos Estados Unidos por causa da falta de fiéis.

 

O levantamento realizado pelo McMass descobriu que em 2012 e 2013, três milhões de americanos tenham deixado as igrejas a cada ano, e a estimativa é que ao final de 2014 a soma chegue a nove milhões.

 

A ideia de uma filial do McDonald’s em cada igreja com problemas de frequência de fiéis resolveria, segundo os responsáveis, outros problemas: “As igrejas precisam de se sustentar financeiramente; As igrejas precisam trazer movimento de público para reafirmar a sua posição como locais de encontro; A arquitetura das igrejas é maravilhosa, e as igrejas são muitas vezes localizadas centralmente, no entanto estes atributos são desperdiçados sem um culto”, observaram.

 

Um estudo feito pelos idealizadores descobriu que atualmente o McDonald’s serve refeições para mais de 70 milhões de pessoas diariamente nos Estados Unidos, e o Instituto Ronald McDonaldconsegue reunir 9 milhões de famílias em seus projetos sociais.

 

A partir dessa premissa, os responsáveis pelo McMass Project decidiram que, com a colaboração dos fiéis através de doações ou da compra de camisetas, seria possível abrir filiais da rede de fast food e assim, atrair público e ajudar as igrejas em dificuldade a pagar suas contas.

 

“O McDonald’s exige um milhão de dólares para estabelecer a filial. Esses recursos vão principalmente para a compra de uma franquia, com vinte por cento dedicado à construção, o que institui a infraestrutura necessária dentro e ao redor da igreja. No momento, estamos à procura de uma igreja parceira adequada para trabalhar. Se a nossa captação de recursos for bem sucedida, nós seremos capazes de apresentar um plano completo e iniciar a implementação”, informaram os idealizadores no site do projeto.