Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 14/07/2016

Estado Islâmico ameaça matar mais cristãos: “Nossas armas estão com fome do seu sangue”

1

Em um novo vídeo publicado no início da semana, o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) exibiu a decapitação de cinco homens acusados ??de espionagem. Os militantes também ameaçaram fazer o mesmo com os cristãos, dando uma “vitória para a religião de Alá.”

 
Nas imagens, publicadas em diversas plataformas de mídia do grupo terrorista, os homens são acusados ??de serem membros do Novo Exército Sírio, uma facção apoiada pelos Estados Unidos. Vestidos de macacões laranjas e com as mãos amarradas nas costas, os homens foram executados.

 
Em seguida, um carrasco do grupo começou a ameaçar os cristãos, falando em árabe. A tradução da mensagem foi feita pelo Observatório Sírio para os Direitos Humanos (SOHR, na sigla em inglês).

 
“Nós dizemos a vocês, cruzados, que estamos chegando, inevitavelmente, se Deus quiser. Quanto a vocês, agentes dos cruzados e olhos dos apóstatas — vocês que estão sentados entre os muçulmanos — dizemos a vocês que as nossas baionetas (armas) estão com fome do seu sangue. Então, não vamos deixar um olho espionar os muçulmanos sem serem mortos, nem a cabeça de seus espiões sem serem degoladas, como uma vitória para a religião de Alá”.

 
De acordo com a SOHR, os cinco homens que foram degolados são Asim Hammam al-Debs, Harith Ahmad Jalid, Muhammad Ahmad al-Mshawwah, Abdul Rahman Ahmad al-Ashaab e Mohannad Obaid Al-Hussein.

 
No início desta semana, o grupo lançou outro vídeo, onde o líder terrorista Abu Bakr Baghdadi afirma que “o Estado Islâmico permanecerá”, apesar de um novo relatório da CNN mostrar que território mantido pelos EI encolheu 12% em 2016, com perdas no oeste do Iraque e no norte da Síria.

 

GUIAME