Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/04/2017

“Eu tenho uma conexão muito grande com Deus através da Bíblia”, diz Karina Bacchi

Conhecida por sua trajetória como atriz e apresentadora, Karina Bacchi se define como uma pessoa de fé. Em entrevista ao Guiame durante a pré-estreia do filme “A Cabana” na última segunda-feira (3), em São Paulo, ela comentou que seu relacionamento com Deus se fortaleceu com o tempo.

 

“Com o passar dos anos, a experiência e a maturidade fazem com que a gente perceba a importância da fé em nossa vida, o quanto faz diferença e o quanto é necessário”, disse ela ao Guiame. “Porque a gente passa a ter mais responsabilidades, os dias passam a ser mais difíceis, a gente perde um pouco aquela ilusão da adolescência de que tudo é lindo”.

 

Assim como a perda familiar retratada no filme “A Cabana”, Karina também sofreu com a morte de seu único irmão, o músico Alexandre Bacchi, em 2012. No entanto, ela conta que nem mesmo as tragédias da vida abalaram sua fé. “Eu fico triste de ver pessoas sem fé, porque eu é isso que realmente me traz conforto, coloca os meus pés no chão e torna meus dias melhores, com mais esperança, com mais perseverança”.

 

Ela afirma que a Bíblia Sagrada é o instrumento que mais fortalece seu relacionamento com Deus. “Eu tenho uma conexão muito grande através da Bíblia. Eu leio de manhã, à noite e sempre que eu preciso de um aconselhamento. Eu faço a minha oração, mas também acabo usando as palavras da Bíblia como um conselho diário para mim”, Karina revela.

 

Seu apego ao Livro Sagrado começou desde sua participação no reality show “A Fazenda 2”, exibido pela TV Record em 2009. “Me pediram para levar um livro e eu escolhi uma Bíblia bem pequenininha. Foi o que me fortaleceu todos os dias, era o que me aconselhava e me garantia que eu seria vitoriosa — e eu saí vitoriosa do programa”, afirma.

 

Karina venceu a segunda edição do programa e doou toda a quantia do prêmio de 1 milhão de reais para a ONG Florescer, de sua mãe Nadia Bacchi. “Eu acho que isso fortaleceu ainda mais a minha fé”, disse ela.

 

“Eu procuro estar passando isso adiante através das minhas ações, das minhas palavras, da forma com que me relaciono com as pessoas e da mensagem que eu passo através das minhas redes sociais”, acrescentou Karina. “Eu acho que é um ciclo. Não é só pedir aconselhamento, mas passar isso adiante também”.

 

Sobre a mensagem mostrada no longa, Karina tem um desejo: “Eu espero que esse filme toque muitos corações — os que já têm fé e os que também não têm — para que possam se apegar a Deus. Eu acho que é isso que nos fortalece todos os dias”.
Guia me