Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/08/2015

Evangélico pentecostal morre após ser mordido por cobra durante culto e recusar socorro médico

cobraUm fiel morreu após ser picado por uma cobra durante um culto pentecostal e recusar atendimento médico, crendo que seria curado pelas orações. O caso foi registrado no estado de Kentucky, Estados Unidos.

 

John David Brock era membro da igreja Holiness Faith e trabalhava como minerador. Ele foi mordido por uma cascavel no domingo, dia 26 de julho, e morreu quatro horas depois, segundo informações de uma emissora afiliada à rede CBS.

 

Ele recusou o atendimento médico, mas seu quadro foi agravado por causa de outros problemas de saúde que tinha. A causa oficial da morte de Brock será divulgada após o resultado da autópsia.

 

A emissora de TV local que noticiou a morte do fiel pentecostal destacou que essa é a segunda morte por mordida de cobra somente em 2015 na mesma igreja que Brock frequentava.

 

As igrejas de manipulação de serpentes surgiram no início do século 20, e ganharam popularidade no interior dos Estados Unidos nos últimos anos, através do reality show Snake Salvation (“Salvação da Serpente”, em tradução livre). O pastor que estrelava o programa de TV, Jamie Coots, morreu de uma mordida de cobra em fevereiro 2014, enquanto realizava rituais com as cobras.

 

À época, o canal National Geographic, que exibia o programa, emitiu um comunicado lamentando a morte do pastor: “Acompanhando o pastor Coots na série ‘Snake Salvation’, éramos constantemente surpreendidos por suas convicções religiosas apesar dos perigos legais e à sua saúde que ele enfrentava […] Esses riscos sempre valeram à pena para ele e seus seguidores como meio de demonstrar sua fé inabalável […] Ficamos honrados em ser autorizados a ter esse acesso único ao pastor e sua a congregação durante as gravações e de pôr em contexto seu método de trabalho. Nossos pensamentos estão com sua família nesse período difícil”.

 

Gospel +