Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 25/06/2014

Ex-muçulmana convertida é presa no aeroporto quando deixava o Sudão

1510485_633515890097847_3711814254491222934_nUma reviravolta no caso de Meriam Ibrahim ocorreu no aeroporto de Cartum, capital do Sudão. Enquanto ela, o esposo e os dois filhos se preparavam para deixar o país com destino aos EUA, ela voltou a ser presa.

 

Cerca de 40 agentes de segurança detiveram Ibrahim, juntamente com seu marido, Daniel Wani e as duas crianças sem apresentar novas acusações. Ela foi inocentada das acusações de blasfêmia e adultério pelo tribunal e se livrou da pena de morte. Na cadeia desde agosto de 2013, o caso de Mariam teve ampla repercussão após ela ter renunciado ao Islã, tornando-se cristã e ser condenada a forca.

 

Ela foi presa grávida, deu à luz uma filha na prisão, e sua situação foi alvo de protestos de grupos cristãos e de defesa dos direitos humanos no mundo todo. Com sua liberação, muitas autoridades internacionais saudaram a “vitória” da liberdade religiosa no Sudão. Parece que estavam enganados.

 

Segundo a BBC, a família foi levada para a sede de uma das agências de segurança do Sudão, mas não há informações se ela voltará para a cadeia e qual o motivo da prisão.
O Sudão tem uma população de maioria muçulmana, e a lei islâmica está em vigor há desde os anos 1980.

 

Gospel Prime