Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/11/2017

Facebook quer que usuários enviem nudes à empresa

Em parceria com o governo da Austrália, o Facebook está testando uma ferramenta que visa combater a chamada “pornografia da vingança”, expressão utilizada para designar o compartilhamento de fotos íntimas sem autorização da pessoa exposta – ação muitas vezes colocadas em prática por ex-parceiros (as).

 

A nova funcionalidade é baseada na marcação com “impressões digitais” do conteúdo, aplicada pelo Facebook. Para isso, pessoas que se sentirem ameaçadas deverão enviar as fotos à empresa, que então bloqueia o material e impede que ele seja republicado por internautas – muitas vezes ex-amantes – nas redes sociais da empresa de Mark Zuckenberg – Facebook, Instagram e Messenger.

 

“Nós vemos tantos casos em que, talvez, as fotos e os vídeos foram feitos de forma consensual na época, mas que não houve consentimento para enviar (o material) mais amplamente”, explicou à emissora ABC a chefe da comissão governamental australiana de segurança na web, Julia Inman Grant.

 

Internautas interessados em aderir ao teste, segundo o jornal O Globo, devem preencher um formulário no site da comissão governamental e descrever o contexto da ameaça. O passo seguinte é o envio das imagens ao Facebook por meio do Messenger – em paralelo, a empresa é notificada pelo governo quanto ao envio, que será recebido por uma analista responsável pela marcação do conteúdo. As imagens ou fotos são armazenadas durante um tempo e depois descartadas.

 

FOLHA DO ESTADO