Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/12/2014

Falsos padres “benzem” casas para roubar fiéis no interior de SP

downloadPelo menos três cidades do interior de São Paulo registraram ocorrências onde falsos padres entram nas casas com a intenção de “benzer” o imóvel e abençoar as famílias e acabam furtam as residências.

 

As cidades que tiveram casos do tipo foram Itapetininga, Tietê e Angatuba, sendo que nesta última o falso padre conseguiu convencer um fazendeiro a entregar uma imagem rara para poder receber “uma bênção especial”.

 

O fazendeiro deixou o homem entrar depois que o suposto padre disse que fora enviado pelo vigário local, mas logo percebeu o golpe quando notou que além de levar a imagem rara, o farsante também levou o dinheiro que estava em uma cômoda da casa.

 

Na semana passada uma senhora de 83 anos, moradora da cidade de Tietê, denunciou à Polícia Civil um caso semelhante. Um homem se apresentou como padre e citando pessoas do círculo de amizade da senhora, teve autorização para entrar na residência e dar a “bênção especial de Nossa Senhora Aparecida” às joias da família.

 

Segundo a denúncia, em um certo momento o homem pediu para que a dona da casa pegasse um copo de água e quando ela voltou ele havia desaparecido com um par de alianças e joias cravejadas com brilhantes e rubis.

 

No mesmo dia um casal de idosos também de Tietê foram vítimas do mesmo homem, ficando sem o par de alianças, sem uma corrente de ouro e sem R$ 600. A polícia acredita que o número de fiéis enganados pelo falso padre é grande, mas que muitos não prestam queixa por terem vergonha.

 

Em Itapetininga uma aposentada de 68 anos até compareceu na delegacia por conta do golpe, ela teve um relógio e uma corrente de ouro roubados pelo falso padre, mas desistiu de registrar queixa.

 

Apesar dos fatos serem semelhantes, as descrições físicas do homem que se apresenta como padre não são as mesmas, o que significa que não é a mesma pessoa que tem agido no interior de São Paulo.

 

Para alertar os fiéis para não caírem nos golpes o bispo de Itapetininga, Dom Gorgônio da Encarnação pediu mais atenção, deixando claro que os padres não aparecem na casa dos católicos sem que os membros das igrejas solicitem e que benzer joias ou dinheiro não faz parte da crença católica.

 

No começo deste ano um homem chegou a ser detido na cidade de Bastos, no Oeste do Estado de São Paulo, como suspeito de praticar esses crimes, mas não ficou preso. Casos parecidos também foram registrados em cidades de Santa Catarina, Minas Gerais e Paraná.

 

Com informações Estadão.