Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/04/2018

‘Faltou o gol’, lamenta auxiliar técnico Alexandre Faganello


Suspenso por ter sido expulso contra o Santos, na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Guto Ferreira não comandou o time à beira do campo durante o empate em 0x0 com o Atlético-PR, na Fonte Nova, no último domingo (29). A missão ficou com o auxiliar técnico Alexandre Faganello, que gostou do que o tricolor produziu em campo, mas lamentou o fato do time não ter conseguido estufar a rede.

 

“Faltou o principal, que foi o gol. No segundo tempo a gente continuou com a mesma proposta de jogo, roubando a bola no nosso campo de ataque para sair rápido e criar situações de gols. Tivemos 22 finalizações contra nove deles. Isso mostrou o que foi o jogo. Fomos superiores do início ao fim contra uma equipe que vem sendo taxada como uma das melhores, com uma proposta diferente, mas tenho que exaltar o time do Bahia. Merecimento não existe no futebol. Faltou um pouquinho para fazer o gol que nos daria a vitória”, avaliou Faganello.

 

O Bahia volta a entrar em campo pelo Brasileirão no domingo (6), às 19h, contra o Sport, em Recife, na Ilha do Retiro. Será a segunda partida fora de casa no torneio nacional. Na estreia da competição, o tricolor perdeu por 2×0 para o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O elenco se reapresenta nesta segunda-feira (30), às 15h30, no Fazendão.

 

“Acho que o Bahia vem numa crescente, se adaptando ao Campeonato Brasileiro, que é um nível muito maior, não desmerecendo as outras competições. O time vem evoluindo. Não tenho dúvida que essa partida que a gente fez contra o Atlético-PR, vai na sequência ter muita força e pegar como exemplo essa partida e a partida contra o Santos para conquistar os triunfos no Brasileiro. Tem que evoluir a cada momento, a cada jogo. Esse foi mais um que a gente superou. Na minha visão foi o melhor jogo que a gente fez. Tem que pegar isso aí e levar para os outros jogos. Fora também a gente tem que ter esse mesmo padrão, ter a personalidade que jogou aqui”, pontuou Alexandre Faganello.

 

Antes de voltar a jogar pelo Brasileirão, no entanto, o Bahia entrará em campo pela Copa do Nordeste. Na quinta-feira (3), o tricolor reencontrará o Botafogo-PR, às 21h45, na Fonte Nova, em partida válida pelas quartas de final da Copa do Nordeste. A equipe baiana venceu o jogo de ida por 2×1.

 

 

Correio