Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/03/2018

Familiares reclamam do tempo de espera para visitar presos no Conjunto Penal de Feira; vereador Edvaldo Lima da Comissão dos Direitos Humanos esteve no presídio

Parentes de detentos que estão no Conjunto Penal de Feira de Santana protestaram na manhã desta quinta-feira (15) contra as condições oferecidas aos visitantes naquela unidade carcerária. A principal reclamação é com relação ao tempo de esperara para visitar parentes que estão presos.

 

A manifestação foi acompanhada por Reivon Pimentel, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb). De acordo com ele, o protesto é justo e alega que a demora na revista é motivada pelo número disponível de agentes.

“É uma reivindicação justa e por isso nós viemos acompanhar. Esses visitantes chegam aqui 3, 4 5 horas da manhã e ficam embaixo de sol e chuva até meio-dia, uma ou duas horas da tarde. O motivo tão demorado na revista das visitas é porque não temos agentes penitenciários (em número suficiente )para fazer o procedimento”, relatou.

 

Ao tomar conhecimento da situação, o vereador Edvaldo Lima, vice presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Feira de Santana, acompanhado do advogado Armenio Seixas, visitaram a unidade prisional.

Eles foram recebidos pelo diretor do Conjunto Penal, capitão PM Allan Araújo, e discutiram os temas reclamados pelos familiares de presos e agentes penitenciários.

 

Assessoria de comunicação